quinta-feira, 9 de junho de 2016

Melancolia dos dias

E vou andando pela melancolia dos dias num estado que nem sei bem definir, como que um piloto automático que me vai puxando e empurrando de dia em dia.

Rotinas definidas, imprevistos com que lidar, ser deixado na merda a trabalhar sozinho porque como não tenho família, amigos, "amigas" cá não há ninguém que fique à espera. 

Não há emoção, falta entusiasmo, excitação, o ter pelo que esperar, uma loucura com dia e horas marcadas.

Saudades da ansiedade boa de esperar pela hora da partida, da chegada, das camas grandes, do sexo louco, desenfreado, quase apaixonado, da entrega, da sofreguidão de quem sabia que aquela podia ser a última vez, saudades do prazer...

Farto de paixões condenadas à nascença, de amores impossíveis, de não ser o que possam querer que eu seja, farto de não contar para nada, farto de mal abrir a boca e por isso estar a dar uma de vítima e coitadinho, farto de tanta merda, fodasse...

Vou mas é beber um gin e fumar um cigarro que ao menos isso ainda posso fazer livremente.


monday frustrated paul rudd sigh stressed

15 comentários:

  1. PM, tudo o que pudesse escrever aqui sobre a tua melancolia dos dias, seriam palavras a sobejar.
    Deixo-te um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Isabel, beijos é sempre bom :)

      Beijos!

      Eliminar
  2. Não há nada que possa dizer para ajudar..
    Por isso deixo apenas um abracinho :)
    Mia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Mia ;)

      Um abracinho para ti também :)

      Eliminar
  3. Poderia dizer coisa semelhante.
    Tenho falta do aconchego do sexo e principalmente de um namorado. Saí de um namoro longo que acabei, custou-me muito e ainda não refiz a vida. Estou há 5 anos sem sexo.
    Tenho 33 anos e com a idade é difícil conhecer alguém. Chegar a casa tarde, cansada sem tempo para nada, os amigos com as suas famílias e o dinheiro não estica nem para ir algumas vezes fora jantar.
    Sou optimista e romântica, só tive um namorado oficial,mas com as separações que vejo e os desrespeitos já estou descrente.
    um beijo Catarina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim também me faz imensa falta mas não é que não esteja habituado a períodos de 'seca' por assim dizer, ninguém morre mas que as coisas poderiam ser mais interessantes podiam...

      Somos quase da mesma idade e digo-te que não é por aí que seja mais difícil conhecer alguém, depende muito do contexto onde estás, onde vives e por aí fora. Há meios é que é muito mais complicado aparecer alguém novo e quando os amigos têm as suas famílias e já não estão tão disponíveis...

      Tens duas enormes vantagens relativamente a mim, o optimismo e o romantismo (não faço ideia se sou romântico ou não) por isso a maré poderá mudar mais facilmente ;)

      Beijo

      Eliminar
  4. Realmente é o que fazes melhor é beber o gin e fumar um cigarro ... era bem bom que pudéssemos mudar certas coisas, apenas num estar de dedos.
    Pensamentos positivos é que o que te desejo :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, ao menos assim desligo um bocado...

      Obrigado ;)

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Entendo muito bem, também tenho andado em modo depré. U__U

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anda visitar e vamos deprimir juntos U_U

      Eliminar
  7. Eu acho que em determinadas alturas da vida a melancolia até é digamos , necessária. É forçosamente um periodo mais introspectivo e por isso pode ajudar-nos a resolver algumas coisas que andavam a "penduradas" há algum tempo.
    Como nada na vida é para sempre, melhores dias virão. Não quer dizer que passe por encontrar uma cara metade :)
    Ânimo !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a melancolia é algo inevitável na vida de uma pessoa, mais ou menos frequentemente ela vem. Por vezes bate-me, com mais ou menos força, mas aparece...
      Concordo contigo, melhores dias virão (espero eu) e não tem que passar por cara metade ou coisa do género, se estivesse à espera disso não sairia da melancolia crónica.

      ;)

      Eliminar
  8. Então te desejo tempestades, já que essas fases de calmaria são realmente um saco.
    Gostei daqui, viu!

    Beijão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Helena, vamos a ver se há alguma agitação da boa :)

      Beijos

      Eliminar