quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Perguntas com segundas intenções

Os meus progenitores nunca se imiscuíram nas minhas cenas, nunca se meteram na minha inexistente vida amorosa e eu muito menos a partilhei com eles. Sei que muita gente o faz e é tudo muito lindo e todos partilham tudo é tudo uma alegria, kumbaiá e tal mas a nossa relação nunca foi assim.

Há muita coisa que partilho com eles e outras tantas que não me passa pela cabeça sequer mencionar. A nível amoroso tenho fortes razões para crer que eles não alimentam qualquer tipo de expectativas a meu respeito, melhor assim porque não se cansam de esperar por nada.

Um dia levei com uma pergunta vinda do nada: "Então, tu não arranjas ninguém?" Lá retorqui de uma forma muito fofa que as mulheres não me ligam puto, não querem saber de mim para nada e que isso se devia em grande parte à bela fronha que eles me tinham dado. Não podendo contra argumentar na parte da fronha deixaram-me em paz.

Estes dias houve outra pergunta que me deixou com a pulga atrás da orelha...Não é a primeira vez que levo com uma pergunta com o mesmo sentido. Segundo me parece um deles acha que eu sou gay. Da outra vez a pergunta foi mais ou menos directa mas desta vez foi mais dissimulada. 

Isto de me perguntarem se um certo amigo meu, que para mim é como família e ele sabe bem disso, tinha alguém, se namorava, etc e tal...Pelo tom a pergunta não era inocente e eu lá respondi muito simplesmente "Não sei, não faço ideia." Por acaso até sei mas não é nada da conta deles. 

Sei bem que o facto de nunca ter aparecido em casa com uma mulher, ou homem digas-se de passagem, os possa deixar com dúvidas mas lá por isso nunca ter acontecido não quer dizer que eu seja automaticamente gay.    

14 comentários:

  1. Não te preocupes com isso... leva na boa. ;)
    Até tem graça!
    (Não parece terem sido invasivos.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há muita coisa que eu possa fazer por isso. Graça eu não acho muita mas também não é um drama.

      Eliminar
  2. E se fosses?
    Pelo menos tens uns pais que te abordam e sem querer deixaram-te a vontade para tocar no assunto (: Foram queridos e preocupados !!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse ia ser complicado, muito mesmo. Aquilo foi mais um apalpar terreno a ver o que eu dizia.

      Eliminar
  3. É natural que se preocupem. Faz parte do papel dos pais. Se um dia fores pai, percebes
    Beijinhos e Bom Ano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me incomoda a preocupação mas podiam ser directos e perguntas de uma vez.
      Acho que a paternidade não é para mim.

      Beijos e Bom Ano ;)

      Eliminar
  4. Não tens que dar explicações, mas como filho tranquiliza-os. Explica que não és gay, que não tens qualquer interesse por homens e que já tens tido namoradas mas nada sério que justifique apresentares a namorada aos pais... vão te entender melhor.
    Não vem mal ao mundo se fizeres isso.

    Beijinhoooo PM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da primeira vez eu disse logo que não, não tinha qualquer intenção de me casar com um homem e a minha indignação era só porque as pessoas têm de ter direitos iguais.

      AC, eu nao lhes vou andar a mentir com essa das namoradas :P Eles não me pressionam ou estão com grandes filmes porque sabem como a minha vida é diferente pelo percurso que foi tomando.

      Beijos AC :*

      Eliminar
  5. Deixa lá... já me perguntaram o mesmo. Uma pessoa não pode estar só que é logo rotulada de gay.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje em dia as pessoas partem logo para isso, se nao é uma coisa é logo outra. Irrita-me bastante a cena do 'está sozinho/a porque quer', muitas vezes está sozinho/a porque calha e porque ninguém quer fazer 'companhia'.

      Eliminar
  6. Também detesto que quando me queiram fazer perguntas, não sejam diretos ... como não o fazem, começam a construir histórias.

    Em relação aos progenitores, essas perguntas são perguntas normais. Todos os pais têm essa preocupação, em casar os filhos, que lhes deiam netos e que sejam felizes para sempre ... tudo o que sair dessa linha, tem tudo um rótulo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A dúvida dá aso a muitos filmes, prefiro que perguntem de uma vez, é simples.

      Como eu já escrevi, quanto a mim não devem ter expectativas relativamente a casamento e constituir família.

      Eliminar
  7. Come to the dark side! We have butts! \o/

    ResponderEliminar