terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Prendas de Natal, coisa pouca...

Daqui a dias abalo para a santa terrinha na migração natalícia anual. Vou ver algumas das minhas pessoas, é muito bom, sinto um calorzinho cá dentro (não é azia) nesta coisa que podemos apelidar de coração.

Há anos que eu não peço nada, muitos mesmo, porque não posso, ou não devo, não sei, acho que já não tenho idade e cenas afim. Este ano peço só uma coisa 'simples: um Natal sossegado, sem confusões, sem chatices, uma coisa simples, tranquila, lá em casa, no sossego, no quente.

Feliz Natal pessoas, eu gosto de vocês mesmo não parecendo ;)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Deriva - pensamentos a vulso

O espelho só nos devolve a imagem do que está fora, das aparências, da superfície, da máscara. (Quase) Todos usamos máscaras, a vulnerabilidade que se encontra por detrás é uma incógnita para os demais.

Tenho imenso medo de mostrar a minha vulnerabilidade, que sou muito fraco quando comparado com pessoas com problemas e histórias muitíssimo mais complicadas que eu. Penso numa querida amiga que faz poucas semanas escapou por pouco à morte e sinto-me imensamente culpado por olhar para o meu umbigo e pensar que tenho grandes problemas. Sinto-me aliviado que ela já está em casa, está a recuperar bem e eu quero dar-lhe um abraço. Sinto-me feliz a ver amigos que encontraram a felicidade e que este ano lhes trouxe mais alegrias. Sinto-me culpado por achar que 'só' lhes dizer que estou bem, tenho trabalho e dinheiro para me sustentar é pouco. Não é, é muito bom eu sei. 

Gosto mais de algumas pessoas do que posso e devo dizer, do que consigo e sei demonstrar, fico nervoso, digo idiotices, não consigo ficar em silêncio, busco reacções de forma palerma, sou um palerma.

O estar quieto, calado, só por vezes é, como me disseram, "estar à espera...". A espera por alguém que pode nunca vir é por si só parva, inútil. O tempo passa, não há ninguém à minha espera para ir, para ver, para ir conhecer. Preciso mitigar ou acabar com essas ideias vãs. 

É quando alguém nos diz cara a cara que nos estamos a desintegrar aos poucos, que nos estamos a destruir lentamente que percebemos que estamos à deriva, esperando por algo, desejando algo, perdendo fé, estou à deriva...

Quero ser melhor, tento sempre ser melhor, quero poder estar 'lá' caso precisem de mim, quero ter sempre um sorriso para dar :)


Esqueço-me tantas vezes desta banda e não devia...



sábado, 26 de novembro de 2016

Brinquedo :P

O saco do lixo na cozinha estava cheio, e como aquilo deve estragar as mãos das donzelas, lá fui eu pegar naquilo para ir levar lá fora. 
Tiro a tampa do caixote, agarro no saco para o fechar "esta malta é burra só pode, então não vêm ali ao lado um saco para o papel e metem aqui uma caixa em cartão?" Pego na caixa para ir meter no saco do papel e...olááááá, o que é isto? LOL Ah sim senhor, quem será a ganda maluca?! Respect!!!

Ali estava, a caixa de um 'senhor' vibrador! Não era daqueles mais simples, digamos assim, aquele manda estilo.

Eu não sei quem é a dona mas, you go girl! :P

America's Got Talent agt americas got talent simon cowell naughty

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Aborrecimento

Estou aborrecido, sem nada para fazer depois de jantar, não há episódios novos das séries que vejo, apetece-me ir beber um copo mas não tenho com quem e tenho preguiça de sair de casa porque está frio, o gasóleo subir ontem 3 cêntimos e só percebi hoje quando fui atestar...

Apetece-me conversar mas não tenho ideia nenhuma de que é que me apetece falar. Olha, se alguém quiser que me faça perguntas, me mande bolos, me faça uma proposta indecente, me chame nomes, sei lá...


cat sad bored crickets

Vou ler um bocado mas é...

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Outras perspectivas

Encontrei isto agora de manhã e expressa muito bem o que muitas vezes penso, pouca gente concordará mas a vida é mesmo assim, as pessoas discordam umas das outras.


I wish my parents would stop telling me this...

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Tenho desejos

Tenho desejos que fariam corar os mais sensíveis e que se calhar aguçariam a curiosidade de alguns. Há muitos desejos por satisfazer. Há desejos, há vontade há tesão, há coisas que só quero dizer cara a cara, sem interlocutores, pele com pele!

Há desejos de descobrir, de sentir, de tocar e ser tocado, de mexer e ser mexido, remexer e ser remexido, agarrar e ser agarrado, lamber e ser lambido, chupar e ser chupado, sentir o sabor e ser saboreado!

love movies movie sexy sex

Há desejos que só se pensam, há desejos que só se sussurram, há desejos com que se fantasia, há desejos que se concretizam, há desejos que se desejam...até ao dia!

couple passion seduction desire


Quando será que é dia?!

FirstAndMonday waiting bored dude

sábado, 5 de novembro de 2016

Exemplo da minha sorte

A gasolina baixou no início da semana. Ora bem, vou ter que meter gasóleo esta semana. Melhor esperar.

Passa um dia.

Passa outro.

O carro mostra autonomia só para 40km, cada vez que ligo a luz da reserva e o aviso sonoro aparecem, não quero ficar a pé...ora bem, se calhar já não desce esta semana, não posso esperar.

Bora atestar o depósito.

Dia a seguir, bora para o trabalho, rádio ligada "boas notícias para alguns automobilistas, o diesel vai hoje descer quase dois cêntimos!"

Eh pah, FODASSE!

tantrum temper tantrum throwing a fit

Nickelodeon angry upset screaming yelling

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Estranhas associações

Eu às vezes faço associações estranhas entre pessoas e factos, coisas que me lembram pessoas, pessoas que me lembram músicas e afins. 

Nunca me esqueço do dia em que fixei o nome de uma miúda que me apresentaram numa discoteca porque ela se chama Dorothy e eu associei ao Feiticeiro de OZ. Eu nunca me lembro do nome das pessoas que me apresentam na noite, raio de cabeça a minha, e eu muitas vezes nem uso o meu nome verdadeiro :P Como dizia um amigo meu "When I go out at night I have a stage name, you know, not my real name and it doesn't matter, most likely I'll never see those people again".

Agora que me lembro, a Dorothy era uma gostosa bem sexy, morenaça alemã de soberbas pernas e magnífico rabo que mal me falou naquela noite. Quero lá saber se estou a ser superficial, no meio do barulho e das luzes não era propriamente a personalidade dela que saltava à vista. Nem a dela nem a minha.

Estava agora a passar os olhos pelo Facebook e vejo que a vocalista dos Amor Electro, a Marisa Liz, vai ao programa do Unas. Eu gostei logo da música deles quando a banda ficou conhecida com a música "A Máquina", gostei do estilo, achei piada à vocalista também. O tempo passou e a banda lançou mais umas músicas, fui ouvindo, batendo o pé e tal, tudo tranquilo até que um dia...oh foda-se, é que são mesmo parecidas...oh foda-se...

Há pessoas que passam pela nossa vida e nos marcam de uma forma especial, há pessoas que nos marcam e se vão embora, a vida também é assim e tem destas coisas. Uma pessoa que apareceu de forma inusitada, deixou uma marca e foi-se.

A voz quando não está a cantar é parecida, fisicamente é parecida, eu não consigo parar de me lembrar dela quando ouço a música ou vejo a Marisa Liz na televisão. Oh pah, olha, obrigadinho por me estragares a música lol :P

Podia dar-me para pior :P


terça-feira, 25 de outubro de 2016

Sou um devasso!

Rais ta parta PM, és um devasso, um tarado, quiçá até mesmo um porco! Mas como é que te atreves a ter uma atitude liberal em relação ao sexo e não ter problemas em fazer sexo com uma mulher com quem não tens uma relação ou que não amas ou estás apaixonado? Como?! Só os homens porcos e devassos é que fazem isso!!!

Nem vou dormir hoje...

Naaaaaaaaa!!! Olha agora se ia perder o sono por causa disto, o que eu fico espantado com as santinhas de pau oco, as falsas púdicas e as pseudo-virgens ofendidas LOL

Estes dias fui beber um copo depois do trabalho. O colega não foi ao escritório e eu tinha que lhe dar uns documentos. Vamos lá ao sítio do costume. Bar/café/restaurante onde vai a malta dos escritórios ali em volta, está lá a única (!) empregada portuguesa do sítio, recebe-nos sempre com um sorriso. Lá tem uns tugas da mesma faixa etária com quem pode falar um bocado e que até são simpáticos.

Ele:"Olha, a tua 'amiga' está a trabalhar hoje! lol"
Eu:"Oh que cara...eu já te disse que ela te quer comer a ti, tu até sabes qual o facebook dela, ela mete-se sempre contigo..."
"Olááááá! Então, estão bonzinhos?! O costume não é? Ai, estou cansada..."

A conversa foi por ali fora. A moça até é bem simpática mas quando começa a desbobinar e com certas tiradas, eh pah, fo...da...-seeeeee...Desde que a maior parte das gajas são umas porcas porque só querem sexo e dinheiro, porque vão para a cama com este e com aquele e os gajos aproveitam não é, mas os homens também são assim e tal.

A conversa é uma constante troca de argumentos em que eu tento racionalizar a coisa, o colega entra a pés juntos e mete achas para a fogueira, ela fica cada vez mais chocada. Eu vou-me rindo porque ora estou incrédulo com o que ouço ora tento dizer de uma forma não ofensiva que ela não devia estar a julgar daquela forma os outros e não dizer o que me apetecia e que o meu cinismo constantemente me empurra para dizer.

Se ela queria ir virgem para o casamento eu respeito completamente, é o que ela queria (correu mal, ups...) e queria ser de um homem só. Tudo bem, tudo certo, muita gente partilha dessa opinião mas isso não lhe dá qualquer autoridade ou superioridade moral para criticar ou julgar quem decide viver a sua sexualidade de uma maneira diferente. 

"Homens que se deitam com uma mulher (adorei a expressão, tão retro, adorei) só para foder sem gostarem dela são uns devassos, uns porcos!"

Eu ri-me, o colega riu-se e ainda lhe diz "Mas quem disse que não gostamos delas? Se nos deitamos acredita que há alguma coisa nela que gostamos!"

Ela de boca aberta em choque, mais uma vez porque já não é a primeira vez que a conversa acontece, eu e ele a rir, ela lá muda a expressão e vai atender outro cliente.

Eu: "Oh pah, estamos lixados pah...Somos uns devassos vê lá tu! Uns porcos pah!"
Ele: "Oh oh oh olha eu preocupado com a opinião dela, feitiozinho da merda, ainda apanha um cabrão daqueles do piorio e depois quero ver..."

É...sou um devasso, um porco! 

Ao menos sou assumido, não sou sonso nem dissimulado!

Eh pah...como se o sexo fosse uma coisa má, a malta precisa é de foder mais e deixar-se de merdas.

Ai...fodam pra frente, ou como mais vos aprouver :P

domingo, 16 de outubro de 2016

Coisas engraçadas deste país

Festival de comida de rua na cidade. Lá vou eu almoçar a uma hora jeitosa, 14:30 parece-me bem, e mesmo assim há montes de povo por todo o lado.

Ora bem, finalmente tenho um hambúrguer (mais um bife mas ok) lá com umas cenas em cima, bem bom, bora enfardar.

Olho para o lado...oh, olha o primeiro-ministro e o marido andando por lá calmamente, comendo com as mãos como o resto do povo. Eh pah mas o gajo mastiga de boca aberta O.o

Tudo tranquilo, tudo normal, ninguém ligou, ninguém quis saber, havia uma equipa da televisão por lá e nem teve o mínimo interesse no político com mais alto cargo da nação.

Tudo normal, tranquilo :)

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Capuchinho...

Ai o que me anda a apetecer ser o Lobo Mau :P

Falta-me aqui uma Capuchinho Vermelho gostosa...






quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Níveis baixos

Foda-se...ando sem paciência e com uma vontade de correr à chapada dois palhaços, caralhos os fodam pah. 

Sem paciência, só de olhar para a cara deles, só de os ouvir respirar...eh pah!!!

Uma pessoa não deve desejar o mal a ninguém mas cum caralho, a coisa está a ficar difícil, muito difícil. 

Tenho de comer e calar, para variar...já que não me sai o euromilhões não tenho alternativa. Podia ao menos ter-me saído uns €30 que eu até queria ir ver o concerto do Zambujo ou da Mayra Andrade esta semana.

domingo, 9 de outubro de 2016

Se não percebes à primeira não vale a pena explicar...

Já não falava comigo há muitos e largos meses, nem sequer sabia em que país eu vivia agora. Fiquei um bocado fodido com o assunto. Está bem que o Atlântico é grande, está muito longe e tal e coiso, mas pronto...

Conversa da treta, "ah e tal e então novidades"...oh que gaita, agora novidades...a única coisa que me ocorreu foi dizer que tenho menos cabelo e mais barba, ao menos é verdade.

Situação má para aqui, mudanças para acolá, a vida dela vai levar uma volta, o namorado já queria ter mudado mas ela não, ok ok tudo bem...

"Então, e gostas de viver aí?"
"Vou gostando. É seguro, tenho emprego, não passo necessidades, tudo ok..."
"Ah...vais gostando? Não pareces muito contente. O que te falta?"
"Pessoas..."
"Ah?! Pessoas? Mas não há aí pessoas?"
"..."

Pois, calei-me, as usual...

sábado, 8 de outubro de 2016

Resumo de uma sexta à noite...

...em que um gajo quer ir beber um copo a um sítio mas não pode porque:



Puta que o pariu, boi da merda...

domingo, 2 de outubro de 2016

Adultos

Anda tudo por aí a fazer cenas de adultos, a casar, a ter filhos, divorciar, casar de novo, ter filhos, comprar casa, etc e tal e coiso e eu...


Image result for I don't know how to adult

Image result

Mas faço coisas de adultos como trabalhar e pagar contas... foda-se...

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

A passada semana foi complicada, foi má. Chatices e mais chatices, muitas e longas horas de trabalho. O fim-de-semana foi muito pior. Mais trabalho, tudo o que podia correr mal correu ainda pior, merdas do arco da velha que parece que estão destinadas a acontecer só comigo.

Cansaço, muito cansaço. Nem dormir consegui. Desabei ao telefone com os progenitores...

Esta semana está estranhamente calma, vem aí merda de certeza, vai acontecer mais merda, eu pressinto isto, está para cair mais merdas por causa do que se passou. 

Coisas maradas que me passam pela cabeça é que se a minha vida dependesse se alguém me telefonar para eu sair de casa cá...pois não sei...

Deixem-me dormir ao menos...e hoje estava ferradinho e o caralho do camião do lixo tinha de vir às 6 da manhã e fazer um cagaçal do caralho à minha janela :(

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Perfumes...it happened again...

Querido diário,

Tornei a estoirar guito nas lojas do aeroporto enquanto estava à espera de embarcar...

Há que tempos que andava para comprar um perfume. O outro está nas últimas e apeteceu-me e...e...a rapariga da loja era tão prestável e gira que pronto, não resisti.

Eu entrei lá a ver se encontrava algo que me agradasse. Diz que no duty free as coisas são mais baratas mas nesta altura eu já nem sei. Olho para um lado, olho para o outro e de repente surge a moça ao meu lado, nem faço ideia de onde ela apareceu, qual ninja! Se fosse um bicho tinha-me mordido mas no caso dela, e gata como era, bem que me podia ter dado uma trinca que eu ficava muito importado ficava :P

Cabelo impecavelmente apanhado num rabo de cavalo, olho azul semi-cerrado como quem faz um esforço para perceber o que um palerma de mochila às costas quer dizer, lábios pintados num vermelho vivo que fazem um homem querer perder a cabeça e experiência a interpretar o que um cliente quer e dar-lhe o que ele não sabia o que queria e que afinal quer e vai comprar.

"Que perfume costuma usar?"
"Mudo sempre, nunca calhou repetir."
"Hummmm...então, mais frescos ou doces?"
"Ok, isso eu já sei. Mais para o fresco, sim."

Cheira este, cheira aquele, cheira mais este, eu já lá sabia o que estava a cheirar, cheira de novo este, mete lá na pele a ver se a coisa funciona bem.

"Então? Já decidiu?"
"Poissssssssssssss... vai este."
"Muito bem, boa viagem!"
*ai...vou para onde mesmo...ai...*


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

E pronto, lá terá de ser...

Não me fizeram rico nem bonito, não me saiu o Euromilhões nem arranjei uma sugar mommy para me manter portanto querido diário, tive que vir trabalhar :'(

Poucos beijos (só de cortesia), alguns 'olás', ninguém me pagou copos mas eu paguei (cambada de somíticos) , vi pessoas, vi aquela pessoa (dei-lhe um abracinho mas acho que ela não apreciou), senti-me velho, morenei a careca, a filha de uma vizinha dos meus pais perguntou à minha mãe quem era o "careca que estava no pátio com o cão" e disse (depois de saber quem era) que o 'novo estilo está giro', confirmei que ninguém me conhece naquela terra com este visual (não é que muita gente me conhecesse antes), isto de ser o único solteiro e/ou sem filhos é merdoso porque não há ninguém para sair comigo à noite e pagar-me copos ou então sair comigo e levar-me a casa...

Querido diário, já sei que sou um crianção, um adolescente que quer festa e copos no corpo de um tipo com mais de 30 mas foda-se, eram só férias...

Tenho de começar a planear férias como gente adulta e ir-me embebedar para um resort qualquer com pensão completa.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Emoção!

Oh pahhhhhhhhhhhhhhhh estou emocionado, tanto que até tenho os olhos marejados de lágrimas!

Oh pah, aquelas três palavras mágicas que amolecem o coração mais empedernido, aquelas três palavras que fazem valer a pena tanta merda porque se passou e aturou!

Estou de férias!!!

Tecnicamente é só daqui a um par de horas mas na minha cabeça o check in está feito e eu já estou de cu alapado no avião.

Se me virem por aí deem-me beijos (moças jeitosas atenção, beijos no pescoço é coisa para me fazer quase que desfalecer), abraços, paguem-me copos e digam-me Olá! 

Ai que emoção! 

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Protector

Ah, tadinhas das mulheres que precisam de um protector, que não podem fazer certas coisas porque são mulheres, não são levadas a sério quando falam porque são mulheres (mesmo que seja com outras mulheres), "não podem levar o lixo à rua" porque não é a female's job... 

Isto não sou eu que digo, isto são 'pérolas' saídas da boca da minha colega de casa cuja concepção do lugar e papel da mulher na sociedade ficou, muito provavelmente, perdida algures entre a década de 40 e 60. Esta gaja é mais velha do que eu um par de anos, estudou e trabalhou fora do seu país, trabalhou numa instituição europeia, viajou. Eu fico verdadeiramente chocado com certas merdas que ela larga pela boca fora.

Ontem estava eu sossegado a jantar enquanto via um programa de actualidade com cariz cómico, ela estava pela cozinha com o namorado enquanto também jantavam. A certa altura o apresentador falava indignado sobre as declarações de um senador norte-americano que afirmou que as mulheres grávidas infectadas com o vírus Zika não deviam ter direito a querer abortar. O apresentador indignou-se pelo facto de os homens quererem sempre criar legislação sobre a saúde e corpo das mulheres. Enquanto eu dizia baixinho e para mim "O gajo tem razão", ela diz "o senador tem razão, o apresentador está errado porque as mulheres precisam de um homem protector". 

Depois de mais esta tirado eu não me contive e muito calmamente lhe disse para parar com as merdas sexistas dela. O namorado dela não emitiu um único som, provavelmente porque se está a cagar para estas merdas dela mas eu não consigo.

Sinceramente tenho pena dos futuros filhos desta mulher. Se ela tiver uma filha, ou filhas, tenho medo até. 

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Arghhh...boca seca

Hummmm...oláááááá...eh pah lábios destes é quase criminoso...eish....

sexy lips lip bite



















Ah bom, vens assim direita a mim?! Boa boa...

*linguadão para aqui* *linguadão para acolá* 


*morde-me o lábio*



Oh oh oh sim sim sim, como é que ela sabe que eu adoro isto?!



lips shades fifty christian grey fifty shades

*linguadão para aqui* *pufffffffffff*

...Arghhhhh...hummm afinal ainda são 4h30 da manhã, ainda posso dormir umas horas. Nem nos sonhos tenho sorte, raio de cérebro a boicotar a cena. Ora bem, onde é que está a garrafa de água, parece que estive a comer cartão...

...Ao menos mesmo nos sonhos os meus lábios são apreciados LOL Mas nada bate aquela "oh pahhh...ainda por cima tinhas de beijar bem..." LOLOL ...ahhh, as bênçãos e as maldições desta boca...*bocejo*...mais 3 horinhas de sono, hummmmmmmmmmm...

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Falar sozinho

Tantas vezes repito as mesmas conversas comigo mesmo, tantas vezes reviver aqueles momentos, aquelas horas...e para quê, fodasse?! Vai mudar alguma coisa?

E seu eu não tivesse dito aquilo? Será que ela me tinha dado uma chance? Foda-se...eu fui tão parvo e tão estúpido, para que raio disse eu aquilo? Claro, foi por teres sido uma besta que ela não te quis para mais do que umas quantas fodas...Será? Se calhar estou mas é a fazer filmes a mais na minha cabeça...é isso, foi o que foi, já sabias disso...

Será que foi realmente culpa minha?! Naaa...caramba, já sabia como eu era, avariado, partido...já sabia que eu me ia embora e não ia voltar para Portugal. Eh pah, mas será?! Hummmm...seguiu com a vida dela, claro, como as pessoas normais fazem e conseguem fazer. Que gaita, já passou, já foi, água debaixo da ponte, adiante...

Não tens mais nada em que pensar??? Estou farto de pensar no trabalho...será que tenho alguma coisa para o jantar? Ah ya, descongelo e tá feito, não estou com pachorra para mais nada.

Vamos lá, bora ao ginásio que andas a pagar a peso de ouro, sempre desligas o cérebro por uma horita ou duas...ai que vontadinha senhores...

"Hello? Yes...it is I...Sorry, I left the office a couple hours ago...no, I'm not going back today, I'm at the gym! No worries, just send me an email and I'll get back to you first thing in the morning. Bye..." Ai o caralho, mas este não tem Google para ver o fuso horário? Palhaçada...

Vá, vamos a ver se hoje adormeço mais rápido...a ver se não penso em nada. Dorme pah...Amanhã pensas nisso, ou não, ou dás em tolo...eh pah agora apetecia-me pipocas...

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Corta-tes...motivação

Um gajo vai ao ginásio para fazer exercício, suar, lavar as vistas caso se proporcione, espairecer e tal e coiso. Para isto tudo tenho que ter motivação, seja pela minha saúde, porque pago e bem, porque andam lá duas MILFS com um corpaço que metem 90% das miúdas de 20s num bolso, o que seja que naquele dia me puxa para cima, salvo seja.

Há cenas que cortam a pica toda com que eu estou ali a puxar pelo cabedal, a suar em bica, a dar ao pedal forte e feio no spinning. Os instrutores de spinning devem ser, a par com os instrutores da maior parte das aulas de grupo nos ginásios, a malta com gosto musical mais duvidoso que há. Ou então têm um sentido de humor 'peculiar'. 

Querido diário...LOL

Hoje mais uma vez estava eu ali a puxar forte e feio e diz o gajo de forma entusiástica "E agora vamos a um slow!!!"


Toda a gente conhece isto mas eu nunca tinha prestado verdadeiramente atenção na letra tirando a onda de dramalhão que emana do refrão, pensava que era só isso. Como eu estava enganado! Credo minha nossa...isto é de fazer chorar as pedras da calçada e eu identifico-me mais do que gostaria de admitir. 

Agora vou ali para um canto deprimir um bocado...

sexta-feira, 22 de julho de 2016

terça-feira, 19 de julho de 2016

Já está na hora...

Andava eu estes dias caminhando um local onde frequentemente tenho que ir em trabalho e cruzo-me com um, dos muitos que por lá trabalham, tuga que conheço e com quem me dou relativamente bem. Este pintas é mais velho do que eu, um manhoso (no bom sentido), tem uma lábia do caraças e dava bem era para RP de alguma disco e eu não me importo nada de estar um bocado à conversa com ele, muitas vezes os nossos deveres profissionais cruzam-se e ajuda sempre nos demos bem.

Ah e tal férias e o camandro, bora beber café. Conversa da treta para aqui e acolá, férias, música e cenas e tal e coiso...e gajas.

"Então, já arranjaste namorada cá?"
Eu: "Nem por isso, as mulheres não me ligam puto."
"Olha lá, tens que idade mesmo?"
Eu: "Então, ora deixa cá ver, diz que tenho 32..."
"Ah ok, já estás na idade de arranjar alguém..."

A conversa seguiu pelas relações à distância, como manter, o mau resultado que costuma dar e etc. e eu despachei-me que tinha coisas para ir fazer. Mas fiquei a pensar naquilo.

Olha que caralho, mas isto é assim? "Arranjar" namorada!? Eu acho que já escrevi sobre isto, eu detesto a expressão. Uma namorada não é, em meu entender, algo que se compre ou se arranje numa qualquer loja; quer dizer, é possível 'comprar' uma namorada, ou a experiência, mas isso é outro filme. 

VH1 what wtf wut amber rose

Esta gente acha que isto é só querer e as namoradas aparecem, as mulheres não são pokemons que estão por aí espalhadas à espera de serem apanhadas pelo telemóvel. Ora, dizem os entendidos que também é possível apanhar mulheres pelo telemóvel com uma aplicação mas, como já escrevi e como a minha experiência me diz, no meu caso é absolutamente inútil.

reactions wtf stupid frustrated facepalm 

Estás na idade?! Obrigado meu caro, já me chamaram velho de muita maneira, agora velho encalhado de uma forma tão subtil? Fodasse, quando quiser subir a moral vou ter contigo a correr...

wtf

Uma namorada até quero, não os pokemons, e não as quero coleccionar até porque sou homem de uma mulher só...de cada vez :P LOL  

sábado, 9 de julho de 2016

músicas que lembram gente

Os percursos de carro aqui de canto para esquina, estrada acima, estrada abaixo por vezes levam-me por pequenas incursões a memórias, pessoas, sentimentos e coisas afins. 

Ai que gaita pah, esta mania involuntária de associar pessoas a músicas tem o condão de transformar mais uma rotineira viagem de carro casa-trabalho numa rotineira, nostálgica e algo deprimente viagem casa-trabalho. 

Provavelmente por causa disto o meu sub-consciente andou a remoer nisto e hoje, enquanto os primeiros raios de sol entravam pelas frinchas da persiana do quarto, todos os momentos daquela noite, daquele quarto, do tesão sentido, da intensidade, do prazer, do desejo, da cumplicidade, o turbilhão de sentimentos que temperava tudo...tudo 'bateu' de novo de forma vívida. Saudades dela, saudades tuas...foi tão bom, mas o tempo passa, as vidas mudam.

Se um dia nos cruzarmos diz-me 'Olá' eu dou-te um beijo, ou dois :P


terça-feira, 28 de junho de 2016

quinta-feira, 23 de junho de 2016

De boca aberta...

Sim, mais uma vez ali deitado de boca aberta...se ao menos fosse a fazer algo bem prazeroso mas não, mais uma vez deitado na cadeira do dentista a sofrer mais um bocado.

O dentista por vezes tem umas tiradas engraçadas muito embora por vezes eu me veja grego para entender certas coisas que ele diz por causa do sotaque dele, de 'comer' metade de algumas palavras e da máscara claro. Desta vez o homem já estava a ficar frustrado porque não conseguia fazer uma coisa simples num dente, um retoque final mas que era preciso fazer, e vai dizendo:

"Ohhh pah....*fshhhhhhhh* eh pah, oh senhor PM, é complicado trabalhar na sua boca. Tem uma língua grande, tem lábios grandes, a saliva é bastante viscosa e isto fica tudo a escorregar...*fshhhhhhhhhhhh*...argh...tá quaaaaaaaaaaaseeeeeee..."

Ora bem, pela minhas contas já vou no quarto dentista que ao longo da vida já fez observações sobre a minha língua. 

No meio de dias de merda, cabeça perdida e coração confuso, haja coisas destas para me fazer rir um bocado :D

Outra coisa a fazer-me sorrir é eu ir a caminho de casa e a principal rádio cá do burgo passar uma música que me traz belas recordações de uma noite inesquecível!



quinta-feira, 16 de junho de 2016

Há dias...

Há dias em que nos questionamos sobre tudo e em que só dá vontade de me  meter num avião fugir daqui. 

Mas...

run away love cute smile new

Dá vontade de levar alguém comigo...

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Melancolia dos dias

E vou andando pela melancolia dos dias num estado que nem sei bem definir, como que um piloto automático que me vai puxando e empurrando de dia em dia.

Rotinas definidas, imprevistos com que lidar, ser deixado na merda a trabalhar sozinho porque como não tenho família, amigos, "amigas" cá não há ninguém que fique à espera. 

Não há emoção, falta entusiasmo, excitação, o ter pelo que esperar, uma loucura com dia e horas marcadas.

Saudades da ansiedade boa de esperar pela hora da partida, da chegada, das camas grandes, do sexo louco, desenfreado, quase apaixonado, da entrega, da sofreguidão de quem sabia que aquela podia ser a última vez, saudades do prazer...

Farto de paixões condenadas à nascença, de amores impossíveis, de não ser o que possam querer que eu seja, farto de não contar para nada, farto de mal abrir a boca e por isso estar a dar uma de vítima e coitadinho, farto de tanta merda, fodasse...

Vou mas é beber um gin e fumar um cigarro que ao menos isso ainda posso fazer livremente.


monday frustrated paul rudd sigh stressed

segunda-feira, 6 de junho de 2016

ego

Tenho estado sozinho com os meus pensamentos, perdido dentro da minha própria cabeça...tempo demais, demasiado tempo.

Há coisas que tenho de vontade de dizer, coisas que tinha/tenho vontade de fazer mas algumas não posso, outras não devo, outras que não é justo para quem seria visado/a. 

Há conversas, palavras, gestos que as pessoas não imaginam o impacto que têm em mim. Posso ser egoísta e um bocado egocêntrico mas o 'curioso' é que dou por mim com outras pessoas no pensamento quase todo o tempo em que estou acordado, tirando o tempo em que estou com fome e mesmo aí...

Há coisas presas no coração e que a cabeça não quer deixar sair. Se este egoísmo afasta as pessoas se calhar é porque será melhor assim, apesar de não ser algo premeditado ou friamente calculado. Provavelmente poupo tempo e trabalho, e eu detesto incomodar ou estar a mais na vida das pessoas.

Gosto de pensar, se calhar mal, que a minha vontade, as minhas opiniões, os meus desejos contam para alguma coisa...se calhar penso demasiado nisso.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Frio, bazar, etc.

Está um frio do camandro, não se vê o sol, estou uma neura...foda-se...

Apetece-me bazar daqui mas ainda me faltam 3 meses para as férias. Sempre enfiado em casa. Problemas lá longe em casa e eu sempre poder/conseguir sair daqui tão cedo.

A vida corre lá longe sem mim, é mesmo assim. 

Saudades de quem quero ver, abraçar, beijar e...tem de ficar para um dia destes.

Estou com a neura.

 

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Indeciso

Nem sei se isto é moleza, preguiça, cansaço ou outra coisa qualquer mas tenho dores nas costas, sinto o pescoço 'preso' e só me apetece estar deitado...

O que eu não dava por uma bela massagem de uma gostosa, beijos no pescoço e um gin tónico...

Coisas simples.

Cheezburger massage cat funny cute


Cheezburger cat cute cats pet

domingo, 1 de maio de 2016

Trios, quartetos, etc...

Há dias ia pela rua fora, já noite cerrada, na conversa com uma conhecida enquanto decidíamos qual era o bar onde se bebia o próximo copo. No caminho eu ia apreciando as belas moças que por lá andavam, ela ora ria ora concordava "olha a pernaça...fogo, olha bem gira".

A conversa ia fluindo e ela por vezes lá perguntava se eu ia para a cama com esta ou com aquela e a conversa foi por caminhos inesperados até que se falou em menages. Dizia-me ela que não percebia porque é que tantos homens tinham essa fantasia, apressei-me a lembrar-lhe que muitas mulheres também têm a mesmíssima fantasia seja com dois ou homens ou com outra mulher e outro homem. Ela lá se ia rindo com a maneira como eu ia dizendo as coisas até que diz o óbvio "ahhh tu também estou a ver". Não neguei, porque havia de o fazer? Lá disse a rir que se um par de mamas é bom então que imaginasse dois, e se uma vagina é espectacular então e duas?! Sim, eu disse vagina porque...pah, não somos assim tão amigos para estar ali totalmente freestyle na linguagem.

Esta conversa lembrou-me de uma outra conversa bastante engraçada que tive há uns anos com uma miúda giríssima num jantar de amigos. Neste jantar a conversa foi ficando animada e o tema dos menages veio à baila. Esta miúda tinha um grande à vontade a falar de sexo e fazia-o sem ser gabarolas ou vulgar, ela sabia o que dizia, como dizia e sabia umas coisas interessantes. A certa altura conta que uns anos antes tinha tido um namorado que a deixou algo frustrada e que contrariou aquilo que toda a gente diz que todos os gajos querem ir para a cama com duas mulheres. 

Disse-me que lhe tinha sugerido fazerem um belo ménage à trois com um amiga dela mas o tipo ficou irritado, chateou-se com ela e perguntou se ele não lhe chegava e por aí fora. Eu perguntei logo se caso ele dissesse que sim se ela ia para a frente com a cena e ela: "Claro que sim, se eu estava a sugerir como sugeri a coisa ia acontecer!"


Eu só pensava que o gajo era estúpido mas por outro lado podia estar a ser sincero, também é possível, mas disse-lhe o que eu achava realmente:

"Sabes, um gajo nessas situações em que uma mulher sugere algo assim tem de ter muito cuidado porque a coisa nos pode correr muito mal. Se calhar ele pensou que o estavas a testar e caso ele dissesse que sim e tu só o quisesses testar ele estava fodido e não era da maneira mais agradável. Já pensaste que se calhar ele pensou que tu lhe estavas a lançar uma armadilha?"

Resposta dela "Ah...olha que...se calhar...é possível mas pronto, ele é que perdeu..."

A cara dela foi impagável, eu fartei-me de rir e até hoje há um gajo que provavelmente não sabe o que perdeu.  

threesome sex

Se fosse comigo eu tinha dito que sim. Acho a honestidade entre o casal uma coisa muito importante :P

girlfriend asks threesome

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Camas

Ali a minha cama está vazia, é pena caraças...sempre esteve vazia para dizer a verdade.
Raríssimas vezes dormi acompanhado, não por não querer, mas a verdade é que não consigo dormir acompanhado. 

À semelhança de muitas pessoas, eu gosto muito de camas e mais ainda de todos os maravilhosos usos que lhes podemos dar para além de dormir.

A cama está vazia mas eu até gostava que não estivesse. Caramba, eu até partilhava um belo copo de whisky :D

terça-feira, 19 de abril de 2016

Grande lata!

Há malta com uma lata descomunal, de tão grande que é não é bem uma lata mas antes um latão. 

Estava eu esparramado no sofá a ver um bocado de televisão depois de jantar, tranquilamente ia bebendo o meu copo de whisky. Estava ali tranquilo quando passa uma colega de casa que gosta de me fazer perguntas e falar e por aí fora, eu é que nos últimos meses não ando com pachorra nenhuma para a aturar, isso é 'trabalho' do namorado dela.

Viu-me a beber e toca de perguntar o que era, e porque cheirava bem, e que queria saber e mimimimimi... Dei-lhe o copo a cheirar, disse o que era e que provavelmente ela não ia gostar. Ora pois que a moça disse que era muito bom, que adorava whisky, que era a bebida preferida e mimimimimi...

Pergunta-me onde tinha arranjado e (surpresa!!!!) eu disse que naturalmente tinha comprado uma garrafa, não apareceu do nada.

Ora, aqui a moça desata numa espécie de indignação mas calmamente e de forma sorridente: "Então tens uma garrafa de whisky e não ofereces? Tens uma garrafa e não dizes nada? Isso não é verdadeiro companheirismo de casa!!!"

Encolhi os ombros e não disse nada porque não queria e porque ela não me dava tempo. 

Olha que lata, foda-se! Não disse porque não tenho nada que lhe dar satisfações, porque não quis, porque só ofereço a quem quero e não a quem se faz tão descaradamente ao que é dos outros. 

Para fim de conversa ainda me diz "Na Sexta-Feira bebemos um bocado, eu depois falo contigo..."

Eu nem tinha planeado ir a lado nenhum Sexta-Feira mas se calhar vou sair de casa de propósito. Ora foda-se...que peça uma garrafa ao namorado que o gajo tem um ordenado umas quantas vezes superior ao meu.

Que lata pah...

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Dizer coisas

Acho que uma vez já escrevi algo sobre isto mas agora não tenho a certeza e estou/sou demasiado preguiçoso para ir confirmar aos "arquivos".

Sou um gajo um bocado acanhado, tímido, envergonhado. Sempre fui e é complicado mudar nesta idade. Mas há situações em que me solto, há situações que estou à vontade com a pessoa, tenho boa dose de confiança e sei que posso dizer o que me vai na cabeça sem me levarem a mal mesmo que seja uma cena muito javardola, picante, intima...agora estava a pensar concretamente na dirty talk mais puxada, mais ardente, o que uma pessoa diz nas horas de maior tesão e/ou quando troca mensagens picantes sobre o desejo/tesão que se tem por certa pessoa e o que queremos fazer.  

Eu gosto que me dêem a liberdade de dizer tudo, com qualquer palavreado, sem estar com termos mais suaves e delicados. Obviamente que há um momento e um contexto para se usar certa linguagem mais hardcore e outra mais suave e delicada. 
O sexo não é uma coisa formal ou cerimonial no sentido que não tem que seguir um protocolo como um casamento de uma qualquer casa real. Gosto da espontaneidade de receber uma mensagem bem puxada, bem carregada de tesão, gosto que mo digam na cara, que me sussurrem ao ouvido ou que mo gritem no calor, na loucura, no insano caminho rumo cume do prazer, rumo à petite mort, uma e outra vez...  

Se estiver envolvido nalguma cena/filme/enrolanço do bom com alguém gosto de ter a liberdade de poder dar largas à imaginação em todos os sentidos da coisa, componente verbal incluída e de sobremaneira apreciada. 

A malta devia deixar-se de pudores e dizer as merdas como elas são. Soltem a língua bem solta, larguem os filtros e dispam essas mentes gostosas de preconceitos. 

As palavras podem ter um efeito bem afrodisíaco, não as subestimem! 

YoungerTV tv land younger sutton foster whisper

quarta-feira, 6 de abril de 2016

A que sabes? Dúvidas...

Dia de merda, merdas fodidas que se vão passando (será que caio abismo abaixo ou nem por isso) e não me apetece fazer nada, não fui ao ginásio e até me tinha ajudado a espairecer.

Perguntam-me se quero falar quando chego a casa. Respondo que não muito calmamente e 'enterro' a cara no telefone e subo o volume nos headphones mas apetecia-me dizer bem alto "fodasse, contigo não quero falar que eu já há dias que não te ando a ver bem pah..."

Passo os olhos pelos blogs e pelo Facebook, saio uns momentos da minha realidade, meto os olhos numa foto enquanto vou comendo um quadrado de chocolate. Bem gostoso este chocolate, suave, o sabor prolonga-se na boca...a dúvida que me assalta mais uma vez: mas qual o teu sabor? A que sabes? Molho os lábios, havia um bocadinho de chocolate nos lábios...

Oh pah...preciso de chocolate e de outros sabores.

girl tongue ice cream lick

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Toque

Sou um gajo latino e a malta latina gosta de tocar uns nos outros, agarrar, abraçar, dar beijos e por aí fora. Sempre gostei do toque, de "ver com as mãos" especialmente quando se trata de mulheres :P

Gosto de tocar, de agarrar, de sentir e descobrir com estas ricas mãozinhas que, não sendo um portento da beleza, já foram bem elogiadas pelos seus poderes terapêuticos! 

Há uma situação em que eu sempre detestei que me tocassem: quando estou num bar/discoteca com imensa gente e há pessoas que querem passar para ir a qualquer parte daquele sítio e à medida que vão passando pelas pessoas metem a mão nas costas das pessoas por quem passam. Oh pah, chamem-me de esquisitinho, estranho, whatever, não gosto pah!!! Eu não os conheço de lado nenhum, as mãos estão quentes e/ou suadas...mal sinto ou vejo que me vão tocar nas costas retraio-me logo, é pancada minha mas julgo que não sou o único.

A vida mais ou menos solitária que vou tendo por vezes tem efeitos estranhos que só se revelam em situações particulares e que eu só me apercebo depois. O viver sozinho por aí há uns anos, o estar só, o facto de não haver muito contacto pessoal nas culturas onde vou vivendo e o passar muitos meses sem qualquer tipo de contacto humano acho que me tornou (mais ainda) estranho. 

Há uns tempos, depois de um jantar e enquanto bebíamos algo, uma antiga colega de trabalho agarrou-me no braço e como que me abraçou de lado porque eu disse uma parvoíce qualquer que fez o grupo rir. Nada de especial no contexto de pessoas que se dão bem e tem uma relação de confiança mas eu dei por mim a pensar: "Porque é que ela me está a tocar? Hermmm isto é estranho..." 

Horas mais tarde, já em casa, dei por mim a pensar naquilo e na expressão que tinha feito e que em tudo é semelhante à reacção de um amigo alemão quando uma miúda latina se chegou a ele e o cumprimentou efusivamente, tocando, dando dois beijos e o homem ficando 'gelado' porque os alemães mantêm uma certa distância e apertam a mão para cumprimentar (não são todos mas a cultura é mais 'fria' neste sentido).

Uma vez disseram-me que eu era muito alemão porque cumpria horários, chegava a horas! Será que estou a ficar mais alemão ou é outra coisa pior?

cat dog dont touch moon moon bitchclap

terça-feira, 29 de março de 2016

Preguiça...

...muita preguiça mas eu vou levantar estes belos, e rijinhos, glúteos da cadeira e vou novamente ao ginásio.

Já que não há massagens nem enroscanço no sofá tenho que passar o tempo de alguma forma.

Logo recompenso-me com whisky e chocolate.

domingo, 20 de março de 2016

Cansado

O fim-de-semana não é suficiente, ainda estou tão cansado. 
Só me apetece ter quem me dê uma massagem e se enrosque comigo no sofá. 

domingo, 13 de março de 2016

escrita inteligente...

Há uns dias trocava mensagens com uma amiga a propósito de algo que estávamos a combinar. Recebo uma mensagem com uma pergunta simples relativamente ao ponto de encontro, a resposta era coisa para pouco mais de sim ou não. 
Começo a escrever "Sim" e eis que a escrita inteligente do telemóvel entra em acção e sugere de imediato "quero-te"... Não parei de rir por um bocado, olha que caraças, o raio do telefone leu o que realmente me ia na mente. 

sex horny movie scary movie brenda 

segunda-feira, 7 de março de 2016

Check in and checking her out...

As filas e as esperas são o que me aborrecem mais nos aeroportos. Esperas solitárias que já fazem parte das minhas rotinas que por vezes são brindadas com momentos interessantes e que por algum motivo captam a minha atenção. 

A fila para o controlo de segurança era curta. Boa cena, não há nenhuma alminha com milhentos tarecos e penduricalhos a passar vezes sem conta pelo detector de metais que insiste em apitar porque lhe "apetece" ou porque "rais parta essa merda que só pode estar fodid...avariada". 

Tal como no meu ritual diário despejo os bolsos e o cinto num tabuleiro, meto a mochila também e espero. Sotaque americano no ar e os meus olhos sobem do chão por aí acima. Sem reclamações ela saca dos saltos altos, mete-os num tabuleiro e passa mesmo descalça pela máquina recusando os sacos de plástico oferecidos. Olha que engraçada...pinta de executiva, na certa veio estes dias para cá para reuniões e agora regressa à 'base'. Vestido discreto, revelador das formas e com certo charme. Há quem lhe chame figura de ampulheta, curvilínea, rechonchuda, whatever...gostei. Gostei daquele cabelo apanhado e daquele ar de "metam lá a merda do creme para o lixo, que se foda eu compro outro que não estou com paciência para discutir por causa disso". Gostei das pernas, daquele rabo e depois mão gostei que ela vestisse aquele casaco enorme de inverno....

O que diria o 'Eu' de 25 anos se soubesse que um dia andaria a babar por mulheres mais velhas?

discussion city reviews lists bookclubs

domingo, 21 de fevereiro de 2016

E perceber esta gente?

Este fim-de-semana num pequeno jantar uma das pessoas não se sentia muito bem. Não era nada relacionado com a comida. Ela dizia que eram cenas da vida dela que a estavam a perturbar. A certa altura a moça vai para casa de banho e fica lá bastante tempo. Outra entretanto vai ver o que se passa e a que resta conta-me o que se passa. 
A moça, vinte e poucos anos, há coisa de ano e meia foi pedida em casamento pelo namorado com quem estava há quase um ano. Recusou e passado uns dias acabou com ele. Seguiu com a vida dela. Estes dias foi informada que o tipo em questão se casou estes dias. Tudo normal não fosse ela ter descoberto que o marmanjo tinha pedido a actual esposa em casamento 5 dias depois da recusa desta moça quem quem eu estava  a jantar. A moça estava transtornada com isto tudo porque até ao presente não sabia se tinha tomado a decisão correcta. Ficou abalada com isto tudo mas...que gaita, ela ainda tem dúvidas que tomou a decisão acertada? Ela não sabia de tudo mas bem se livrou de boa. 


Frequentemente dou uma vista de olhos no Shiuuuu e vi lá um segredo em que uma mulher se queixava que o namorado, ou marido, dava mais atenção à consola de jogos do que a ela. Mais mulheres partilharam que vivem o mesmo problema e referem coisas como "posso passar nua à frente dele e mesmo assim nada". Oh pahhhhhhhhhhhhhhh...foda-se, a sério minha gente? Mas que idiota tem uma mulher ao lado e prefere um jogo? Não papo a treta de que a relação pode estar assim e assado e o camandro. Se a relação não está bem façam alguma merda. Ter uma namorada/mulher/companheira ao lado que precisa da nossa atenção, que quer a nossa companhia, que quer conversar, quer sexo, quer ir fazer bolos connosco e ignorar é de uma falta de respeito enorme. Cambada de anormais...
Depois ponho-me a pensar no que raio fazem estas mulheres ainda ao lado deles. Como é que têm tanta paciência? Porque é que aguentam essa merda?
Isto lembrou-me a história de uma amiga que conheci há uns anos. Contou-me que namorou 4 anos com um palerma que chegou a certo ponto e era a mesma coisa: ela pôs-se nua em frente a ele enquanto ele jogava e ele disse "sai da frente que eu estou quase a passar de nível". Ela acabou com ele e meteu-o fora de casa dela passado pouco tempo. Abençoada.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Ai o dia de hoje...

Estes dias vinha para casa e na rádio começa a dar mais uma 'kizombada', ia para mudar de rádio mas começo a prestar atenção à letra e não parei de rir por um bom bocado. 


Acho que este é o dia mais oportuno para partilhar :P




quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Gosto tanto e nem sei bem porquê...Venus dimples ou Dimples Of Venus

No século passado estava eu a preguiçar numa das cadeiras do bar da universidade, era Verão, quando de repente dou por mim a babar enquanto olho para uma miúda que estava ao balcão. Minha nossa! Minha nossa que corpão que aquela miúda tinha (espero que ainda tenha e como eu gostava de alegrar a vista com ela)! 
Os brasileiros chamam de "corpo de violão". Estava com um bronzeado soberbo e com roupa que deixava ver muita pele e muitas curvas. Grande parte das costas estava à vista (obrigado) e foi aí que tive uma verdadeira revelação: ADORO aquelas covinhas ao fundo das costas.

Venus dimples

Há uns dias descobri que se chamam Venus dimples ou Dimples Of Venus, as covinhas de Vénus. Faz sentido associar a deusa da beleza e do amor a esta característica tão deliciosamente bela. Li algures algo como "eu não sei o que são, não sei para que servem mas sei que faz os rapazes ficarem estúpidos". Culpado me confesso. 

A miúda do bar a certa altura terminou a conversa com a empregada e foi à vida dela. Não achou estranho haver por ali silêncio quando havia uma série de pessoas nas mesas do bar. Caminhou sorridente e foi à vida dela.
No fim disto tudo reparei num detalhe do bar e que durante aqueles anos esteve sempre à minha frente: espelhos. A parede tinha alguns espelhos bem grandes. Ela viu a minha cara de rebarbado a babar...não fui o único, havia lá mais um bom grupo grupo jovens com hormonas aos saltos.  

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Isto é que vai um ano...

Este ano começa a prometer, caramba...

Ora se não são os dentes, é o carro. Se não é o carro é o trabalho. E esta merda vai-se repetindo, vai andando em círculos. Estes dias, sem um motivo aparente tirando dois cafés durante a tarde, até insónias tive.

O facto de não falar com ninguém ao menos não me deixa cair na tentação de começar a falar demasiado nas cenas e não preocupo ninguém. Já há problemas que cheguem para serem motivo de preocupação. 

Isto vai bonito e ainda mal começou Fevereiro...

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Um dia normal

Mais um dia normal. As semanas são cheias de dias normais, os meses são cheios de dias normais, os anos têm tido demasiados dias normais, muito vazios.

Sair de casa em silêncio. Trabalhar em silêncio. Almoçar em silêncio. Voltar a casa calado. Normal.

Apetecia-me algo anormal. Um desvio na rotina do dia a dia. Uma surpresa ao almoço. Lânguidos beijos pescoço acima, pescoço abaixo. Mordiscadelas no lóbulo das orelhas enquanto se sussurram desejos lascivos e promessas de farta luxúria. Um café partilhado. Uma massagem também era bem-vinda. A prenda de anos que não tive. Um cigarro e um segredo partilhados. Eu sei lá que é que estou para aqui a escrever...


i need a drink maybe i need more than a drink punched in the face by my duckling eheheheh he he he hee h heh