quarta-feira, 1 de abril de 2015

O marasmo ou...sei lá

Ando a sentir que estou a ficar parado no tempo, estagnado, é estranho...nem sei bem como descrever. Tenho de momento alguma estabilidade, o que é bom, mas isto é estranho porque aparentemente não há um prazo a pairar sob a cabeça como dantes e isso ajuda a que eu me acomode...o que nem sempre é bom.

Este país é aborrecido e chato para quem está cá sozinho, não tem amigos e tem imensa dificuldade em os fazer, em conhecer pessoas em ser um ser sociável. Noutros países era mais fácil porque eu era quase o elemento 'exótico' da cena porque não havia mais nenhum Português e isso ajudava a criar laços com as pessoas porque ficavam curiosas por saber coisas desse pequeno país que é Portugal. Sentia que tinha algo para contribuir.

Aqui não. Não me sinto integrado, não sinto que faço parte deste lugar, não tenho uma rede de amigos a quem recorrer, se tiver algum azar e for parar a um hospital não faço ideia de quem é que posso contactar e que largue tudo para ir lá ter comigo. Se calhar estou a ser injusto porque até conheço boas pessoas aqui mas não são propriamente amigos/as e já têm as suas vidas, amigos, família, etc aqui. 

Ou isto é falta de sol, férias, sexo, álcool, tabaco ou se calhar é sinal para eu começar a pensar a sério em procurar maneira de fazer de novo as malas, ir embora e recomeçar de novo...mais uma vez, procurar um lugar onde eu sinta que pertenço...

Sei lá...ando aborrecido pronto.

Fazem-me falta pessoas, certas conversas, aquele beijo...


18 comentários:

  1. São fases... dias mais tristes em que tudo se torna mais intenso.
    Amanhã será melhor... beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é capaz de ser mais isso mas a ideia de mudar está sempre cá...se calhar já é um vício.

      Beijos

      Eliminar
  2. Pois Pedro...Mas em que país estás tu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um país muito pequeno e com dezenas de milhares de Portugueses...

      Eliminar
    2. Eu acho que deve ser mesmo, sei lá :P
      Já fizeste o diagnóstico ... agora é meteres mão à obra, porque isso só vai passar com a abençoada mudança.

      "Um país muito pequeno e com dezenas de milhares de Portugueses".
      Se não é por cá, só pode ser Luxemburgo ;)))

      Eliminar
    3. O que mais me prende é o facto de eu ter um contracto fixo e ter contas para pagar porque senão a decisão era muito fácil de tomar...já me tinha pirado daqui. Mas ando a 'cozinhar' a ideia.

      Eliminar
  3. Em vez de pensares já na mudança de local, porque não apostas em mudar pequenas coisas em ti? Dificuldade em criar amizades - dá o primeiro passo: um sorriso, educação e simpatia dá resultado. Não esperes conquistar toda a gente, mas uma vitória hoje outra amanhã enriquecem a tua vida. Toca a lutar por ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tento, estou completamente aberto às pessoas e para as pessoas e é complicado chegar e integrar-me na vida das pessoas, acredita que eu tentei e tento mas já cá estou há mais de um ano e pronto...
      Não quero nem vou conquistar toda a gente, ou alguém sequer, porque nunca fui um tipo consensual e eu sei disso.

      Tendo melhor estabilidade financeira acho que vou tentar fazer como um conhecido e ir embora a cada fim-de-semana a ver se não enlouqueço um dia destes...

      Eliminar
  4. Qual é o país que agora estás?:)

    Beijinhos*

    Marina

    http://cantinhodoblush.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Compreendo a tua angústia PM, mas lembra-te que todos os dias há novas conquistas a fazer. Sabes melhor que muita gente, pelo tanto que tenho passado e estou cá, firme, para o que der e vier. De pé. Pronta para novas etapas e dissabores (que fazem parte).
    Em primeiríssimo lugar, faz por te sentires bem contigo próprio. O resto chegar-te-á por acréscimo... Acredita que será um bom avanço.
    Cuida de ti. Pensa em ti. Afasta-te de tudo o que não te faz bem. Reconheço que falar é sempre mais fácil. Mas há que fazer um esforço...

    E acredito, pelo que conheço de ti, que tens certamente pessoas ai que gostam de ti. Recuso-me a pensar o contrário. És um ser humano integro e bom! Não sejas tão pessimista, aprende a gostar de ti com total admiração... Gosto-te! Muito! E não tenho qualquer vergonha em admiti-lo aqui.

    Um beijo com carinho e não leves a mal alguma coisa que tenha escrito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh minha querida, tu escreves cada coisa :D Obrigado! A sério, tu fazes-me realmente muito melhor do que na realidade eu sou.

      Todos os dias é uma pequena luta, todos os dias há que superar obstáculos, ora maiores ora pequenos, mas por vezes o cansaço e o desanimo vão-se instalando. Para me sentir bem fazem-me falta pessoas, as minhas pessoas. As pessoas que me fazem falta não estão aqui...
      Eu vou tentando evitar o que não me faz bem mesmo que isso me faça isolar um pouco mais. Eu faço um esforço grande para me integrar e me sentir parte deste lugar mas não me sinto parte disto.
      Tenho conhecidos aqui que são pessoas muito agradáveis e que com quem é bom conviver mas não sou propriamente amigos...não estou a ser pessimista, sabes como eu encaro as mudanças e os recomeços noutras cidades, não me é estranho e já o fiz várias vezes mas aqui tem épocas que me custa bastante.

      Também gosto muito de ti miúda :D Não te levo nada a mal.

      Beijo grande!

      Eliminar
  6. Bom dia PM hoje esta uma trovoada horrível, que faz estremecer tudo até a nossa alma, a falta de pessoas é uma sensação normal quando começamos a pensar muito nesse assunto, muito em assuntos que já por si não estamos contentes, mas que fazem parte de nós, talvez seja uma fase, não acredito que não tenhas amigos,até porque tu próprio quando escreveste achaste que estavas a ser injusto, talvez estejas e prova a ti próprio que sim, explora os, procura os, mima te com eles...aproveita ...se foi nesse país pequeno que decidiste ficar,fica com o teu sorriso de certo faz maravilhas ainda, provoca te a ti mesmo e testa te as tuas capacidades, e por fim sorri sempre, independentemente das tuas conquistas ou não....
    Adoro o que escreves é tão teu ... e mesmo nos teus dias mãos há sempre qualquer coisa que nunca é mau...por isso .... espero que já tenha passado esse estado e que o meu post só sirva para sorrires :)

    Bjs mts

    Gi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gi,
      Aqui o sol brilha mas está frio, como a minha vida por aqui curiosamente...

      Amigos amigos eu não considero que tenha aqui, conheço algumas boas pessoas e que até me poderiam dar a mão em caso de necessidade, foi por isso que eu escrevi que se calhar estaria a ser injusto. Sabes, para mim é muito complicado chegar a um país novo e entrar na vida das pessoas que eu conheço. Não me quero impor na vida das pessoas e detesto ser incómodo. Como certamente percebes as pessoas que já cá estão têm a sua vida, por vezes a família, e nem sempre é fácil 'acolherem' mais um estranho que acaba de chegar. Já mudei vezes suficientes de país para perceber isso. Eu vou sorrindo e vivendo como posso, tentando criar empatias com quem me cruzo, não é fácil para mim.

      Obrigado pelas tuas palavras e por gostares do que aqui vou colocando ;)

      Beijos

      Eliminar
    2. Parece que me estou a ver ao espelho :) :)
      Será por sermos capricornianos?

      Bjs
      Sandra

      Eliminar
    3. Olá Sandra,
      Não conheço suficientemente as características do meu signo para poder dizer se concordo ou não contigo, mas se calhar...

      Beijos

      Eliminar