domingo, 22 de fevereiro de 2015

A banda sonora de pedaços de vida

Ouvir música sempre foi das coisas que nunca dispensei ao longo da vida. Seja a trabalhar, conduzir, anhar em casa há sempre alguma música nem que seja só para não haver absoluto silêncio.

A minha cabeça funciona de uma forma estranha por vezes, se alguém leu mais do que um par de posts meus já o percebeu há muito, e tem o péssimo hábito de associar músicas a pessoas e/ou alturas específicas da minha vida. Muitas vezes isto é uma merda porque eu até gostava de uma música e passei a odiar porque me lembrava de certa pessoa, em 90% dos casos é por causa de mulheres...o facto de eu já não conseguir aturar Coldplay tem a ver com uma mulher mas não só. Já não aguento, pronto lol

Mas isto é "normal", ou seja, acontece a muito boa gente para além de mim. Por vezes vou fazendo as pazes com algumas músicas ou então, não sei bem porquê, mesmo que associando a alguém consigo tolerar e ainda gostar de certas músicas.

Um belo dia uma bela mulher que, não há volta a dar a isto, me despedaçou o coração mandou-me uma música e uma palavra a acompanhar "Desculpa". Depois de ouvir com atenção e ler a letra eu percebi o que ela queria dizer. Não há grande coisa a perdoar porque as coisas são como são, a vida não é justa e espero que ela esteja e seja feliz.



Noutra ocasião era de madrugada e eu tinha chegado a casa depois de estar num bar a beber com uns amigos. Era tarde, ou cedo dependendo da perspectiva, e no Facebook alguém me tinha deixado uma mensagem curta, simples e que me intrigou "Obrigado, precisava mesmo de ouvir aquilo." Eu estava meio tocado e não liguei os pontos. Ao perguntar que o que é que ela queria dizer com aquilo, ela explicou-me que estava a ter uns dias de merda e que a música que eu tinha partilhado umas horas antes a tinha emocionado e lhe tinha dado ânimo. Isto surpreendeu-me muito porque vindo de alguém que foge tanto a mostrar o que sente, é obra. Para variar também me partiu o coração aos pedacinhos mas, acho eu, não faz a mínima ideia disso nem eu pretendo contar-lhe a menos que eu esteja a morrer.

Gosto muito da banda e a letra é boa ;)

  

Lembrei-me de outra que não ouço há muito tempo e que ficou ligada a uma promessa que me foi feita de que, algum dia a ouviríamos juntos em algum momento. 



Nunca a ouvimos, até hoje, mas a sinfonia que fizemos juntos a dado momento...essa foi absolutamente fenomenal!  

10 comentários:

  1. Um dia destes tens de associar uma melodia aqui ao pessoal do blog :)
    Boa?

    Beijossssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é uma ideia engraçada, se um dia destes me sentir inspirado penso nisso ;)

      Eliminar
  2. Sabes, também funciono assim. Associo músicas a pessoas ou momentos e realmente nem sempre é bom. Somos estranhos mas pelo menos não somos monótonos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, foi mais ou menos isso que eu um dia disse a uma miúda que me disse que eu não era simples como os outros gajos. Ela não disse como um elogio, pelo contrário...

      Eliminar
  3. Ó Pedro outra vez um post pornográfico?
    Andas inspirado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Til, tu só reparas numa única frase :P

      Inspirado? Não diria tanto, mas lembrei-me destas coisas por estes dias :P

      Eliminar
  4. Há músicas que me fazem sonhar demais e levo cada trambolhão quando acordo....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...é isso, uma pessoa perde-se ao ouvir a musica e depois aterra de uma maneira...

      Eliminar
  5. Se bem me lembro, um dia falei disto no meu blog!!!

    E faz tanto sentido...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não me recordo do que escreveste, sorry :P

      Sim, faz sentido :D

      Beijos

      Eliminar