segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O corpo não se esquece (outro capítulo)

Subo as escadas para ir à cozinha buscar alguma coisa para comer, doem-me as pernas, dores musculares de quem andou a puxar pelo corpo no ginásio e vou barafustando mentalmente "pois é, andas a fazer agachamentos para ver se metes esse bufunfo mais rijo e depois caminhas como se tivesses as virilhas assadas..." Vou-me rindo de mim próprio e depressa o pensamento resvalada para outro momento no passado em que as pernas ficaram doridas e as canelas como um jogador da bola que se fartou de apanhar porrada num jogo.

"Ahhh fodasse...foi tão bom, pelo mesmo motivo andava todos os dias dorido" pensava eu, as memórias daquela tarde/noite/manhã de verdadeira luta corpo a corpo em que o objectivo não era ganhar nenhuma guerra mas batalhar sempre em prol do próximo orgasmo, um atrás do outro, um mais rápido, outro mais prolongado, outro quase arrancado a ferros (e quase arrancando os ferros da cama diga-se em abono da verdade) no culminar de uma monumental foda (estou a citá-la mas eu concordo a 100%)!

Li algures num blog uma moça a "queixar-se", num misto de gabarolice de quem andou na loucura descontrolada e 'ai-tou-tão-satisfeitinha-que-quero-partilhar-com-vocês-todos', que o sexo fere. Já o tinha comprovado no passado com quando quase parti um pé a uma moça e noutra ocasião esfolei um joelho num sofá. Mas estas minhas dores 'sabiam' de forma diferente, evocavam de um prazer cru, selvagem, quase primário.
(se a autora da frase se reconhecer aqui que não fique chateada porque não a estou a criticar, quanto muito é inveja minha, brincadeira, ok? ;))

As dores iam dando sinal a cada passo e descer as escadas foi motivo para novo momento de "ai, ui, fodasse que ou estou velho ou hoje abusei".

Abusar...foi realmente um abuso aquelas horas todas de corpos encaixados, suados, em batalha. O calor que emanava de nós era impressionante. A água que havia não chegava para nos saciar a sede.

A cada passo até ao quarto lá ia eu com um sorriso na cara a recordar momentos, detalhes, palavras ditas no calor do momento, o modo como lhe agarrei nos cabelos, as pernas entrelaçadas a prender-me, a fazer planos do que vou fazer se houver próxima...

Um reencontro que começou como se fosse a primeira vez que nos víamos, rapidamente passou evoluiu para o estado de cumplicidade e conhecimento do corpo um do outro que só a cuidada exploração do corpo e experimentação permitem.  

Foram horas e horas de prazer. Sem objectivos de maratonista mas com vontade de aproveitar todos os minutos disponíveis, fodemos! Fodemos muito, fodemos bem, fodemos até a cama sair do sítio, fodemos até encharcar lençóis e almofadas, fodemos ao teu, ao meu e ao nosso gosto, fodemos quase como se a nossa vida dependesse de um de nós se vir ou não...

O corpo ficou dorido e doeu nos dias a seguir, mas uma dor boa, muito boa. Mandei-lhe uma foto a mostrar como me tinha deixado um braço negro, a resposta foi deliciosa "É uma queixa?! Tu bem que gostaste e isto só prova que queres repetir, queres mais!"

Quero mais, sim, porque quando é tão bom...há que pedir bis!

73 comentários:

  1. Respostas
    1. Ai sou? Explica lá porquê.

      Eliminar
    2. Eu!?!? Eu só quero que você me explique porque me acha um exagerado, nada mais :P

      Eliminar
    3. Olhe lá,menino,você vai continuar a tratar-me por você até quando?

      Eliminar
    4. Ora, até você me explicar porque sou um exagerado :P E daí não sei, soa tão chique, tá a ver. lol ;)

      Eliminar
    5. Olha,senhor ;),eu compreendo essa tua tentativa de me endeusares (verdade que hoje ando cá com uma imaginação que poderia bem ser o sinónimo de uma hipérbole),adiante...Não gosto que me tratem por você!A não ser que faças questão,mas aviso que esse tipo de tratamento não me aproxima de ninguém,muito pelo contrário!
      És exagerado porque exageras em algumas descrições,acho eu:)

      Eliminar
    6. Foi arrancado a ferros, mas foi :P

      Não sejas mau feitio, apeteceu-me tratar por você como brincadeira.

      As descrições que fiz pecam, em alguns casos, por serem algo comedidas. Olha que não exagerei nada ;)

      Eliminar
    7. Pois foi:)
      Ah eu não gosto de entrar muito na parte íntima das pessoas.Daí que alguns assuntos eu comento com generalizações...
      Lá estás tu a exagerar outra vez;)
      Trata-me por tu p.f.,certo?
      Vês como sou meiguinha?

      Eliminar
    8. Eu percebo o que dizes mas, a partir do momento em que eu partilho aqui coisas da minha vida ponho-me a jeito para que as pessoas opinem e faço-o conscientemente.
      Já te disse que não exagerei mas não vou dar mais detalhes porque também não devo mandar para fora tudo o que tenho cá dentro, temos sempre de guardar alguns segredos :)

      Esta nova faceta da Til versão fofa é algo refrescante como a neve que cai lá fora lol :*

      Eliminar
    9. Provavelmente aqui ninguém sabe quem tu és,mas eu conheço algumas pessoas da blogosfera (é assim que se diz?) pessoalmente,daí alguma cautela nos meus comentários.Não vá o diabo tecer coisas más:(
      Ok,ok,ok...eu acredito nos teus exageros.Feliz?
      parece-me bem que não escarrapaches tudo cá para fora;)
      Til é montes de querida e fofa...assim como a neve*

      Eliminar
    10. Há uma mão cheia de pessoas que me conhecem no blog e fora dele, não mais, e não se importam muito com isto da blogosfera. Achava piada era se conhecesses pessoalmente alguém que me conhece a mim, altamente improvável mas possível porque este mundo é uma ervilha.

      Não vejo mal nenhum nos teus comentários nem relação com o facto de conheceres pessoalmente bloggers...há alguma coisa que a fofa Til não me está a contar? :P

      Pois pois e ela a dar-lhe com os exageros, tá benhe lol

      Olha, a neve derreteu... :(

      Eliminar
    11. Eh eh eu não faço a mínima ideia sobre se conhecemos alguém em comum.Apenas sei que não conheço, pessoalmente,ninguém das pessoas que te comentam...
      Confirmo que o mundo é uma ervilha!!!
      Os meus comentários não tem mal nenhum mas,espero que saibas isso,quando as pessoas querem ver mal conseguem sempre.
      A fofa Til não está a esconder nada:)Til não é especialista em mentir...Til é um livro aberto (isto não soa lá muito bem,pois não?)
      A insistência no exagero é só a ver se tu te irritas;)
      Aqui não há neve mas está imenso frio*

      Eliminar
    12. é verdade, as pessoas quando querem vêm mal em tudo.

      A Til a falar na terceira pessoa parece um jogador de futebol, tem a sua piada e a do livro aberto nao soa mal a menos que queira interpretar com alguma malícia :P
      A Til insiste que é exagero eu insisto que nem de longe nem de perto, teremos de concordar em discordar ;)

      Eliminar
    13. Isso de dizeres que Til parece um jogador de futebol é um insulto?
      Essa de concordar em discordar é tara tua:)
      Til vê mal em tudo,por malícia,não por maldade!
      Um beijinho*

      Eliminar
    14. PM acha que a Til tem de relaxar, levantar a cabeça, trabalhar e pensar jogo a jogo porque o campeonato é longo :P

      O PM tem as suas taras é verdade mas isso é que faz dele um gajo com algum interesse, ou assim pensa ele.

      Beijos ;)

      Eliminar
    15. Til está sempre de cabeça levantada (que é diferente de ter a cabeça no ar)...
      Gosto de futebol.Sou do SLB e do SCB :)
      Taras toda a gente tem...
      Isto de passar da terceira para a primeira pessoa é muito complicado:)
      Beijos*

      Eliminar
    16. Isso do levantar a cabeça é paleio típico de futebolista.

      Eu também gosto de futebol e por isso sou do FCP, mas taras toda a gente tem e tu tinhas de ser do slb...vidas pah...

      Beijo

      Eliminar
    17. Isso de seres do FCP é um defeito tão grave,meu Deus (ainda estou em recuperação):-(
      Beijos*

      Eliminar
    18. Blasfémias!!!

      Não transformes uma virtude em defeito.

      Beijos

      Eliminar
    19. Ahah estavas mesmo à espera do meu comentário.Vá lá confessa;)

      Eliminar
    20. +/-, digamos que não me surpreende tendo em conta o tema "bola" :P

      Eliminar
    21. Ah ah muito mal disfarçado:)

      Eliminar
    22. Depois de ler a vossa conversa, também quero conhecer o Pedro! :P
      Fizeram-me sorrir num dia triste...

      Eliminar
    23. Se esta amistosa troca de galhardetes te fez sorrir eu fico contente, nao quero é causar tristeza a ninguém ;)

      Isso para conhecer tens fazer aí um evento qualquer e uma excursão internacional :P

      Eliminar
    24. Ui Algarve, não vou ao Algarve há uns 12/13 anos...

      Eliminar
    25. Lírio,apresento-te o Pedro (PM) que eu não conheço.
      Pedro,apresento-te a Lírio que eu conheço do faceboock (ela tentou engatar-me e eu caí na esparrela,é claro//gaja que se preze cai em coisas,pronto)...:)
      Divirtam-se;)
      Adoro excursões!!!
      Beijos e abraços aos dois (aproveitem que está bom tempo)*

      Eliminar
    26. Apresentações feitas então :P

      Oh Til se ela te engatou é porque tem jeito para as artes da sedução, há que lhe dar mérito.

      Se houver excursão ao Algarve estás convidada, não te deixaríamos de fora de tão nobre evento.

      Beijos e abraços (está bom tempo? onde?)

      Eliminar
    27. Não sei porquê, mas acho que a Til está a tentar destruir a minha reputação...
      Engatar miúdas?? Tou fora...
      Mas podem vir os dois em excursão :)

      Eliminar
    28. Ai isso são assuntos vossos, eu cá não tenho preconceitos :D

      Eliminar
    29. Referia-me a engate de amizade.Ai suas mentes inconsistentes...
      Uma pessoa ausenta-se e pronto,acontece este falatório.
      Beijinhos aos dois*

      Eliminar
  2. Respostas
    1. São sim senhora, se fosse por causa disso andava doridinho todos os dias :P

      Eliminar
  3. Com essas dores não me queixo de certeza ! Venham elas :p

    ResponderEliminar
  4. Quando o prazer é lei que impera, qualquer dor é apenas um pequeno pormenor sem a mínima importância.

    Sinto-te intenso... gostei do que li.

    Beijinhos da Inês*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na hora do prazer a dor é realmente um pequeno pormenor, a menos que a coisa descambe à séria, mas no depois quando o corpo arrefece é que dói mais :P

      Beijos :*

      Eliminar
    2. Quando o corpo arrefece, há que aquecê-lo de novo lol

      Beijinhos PM malandro ;p

      Eliminar
  5. Viva o FCP e as dores provocadas pelo desporto ... e não só ! ;P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva :D

      p.s. - estes dias é só mesmo dores do desporto :'(

      Eliminar
  6. Muito prazer, Pedro! Himalaias de prazer!

    ResponderEliminar
  7. Pedro Mickael é um nome bonito!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai que bónito...junta-lhe Carreira no nome e tenho a vida feita!

      Eliminar
    2. "Pedro Mickael Carreira no nome"? 'Tá benhe! E também cantas?

      Eliminar
    3. Dá-me, ou continua a dar, a música certa e vais ver o que daqui sai! Não tarda estou a fazer duetos com o Enrique Iglesias :P

      Eliminar
    4. Fdx! Num post sobre "dores sexuais" (olha que educadinha que eu sou!) falas de duetos com o Enrique Iglesias?! Really?

      Eliminar
    5. Estás a ver as coisas que tu me levas a escrever, os caminhos tortuosos do demo para onde me empurras?!

      Se quiser ser simpático, a musica do gajo leva-nos a pensar no que faz com que se tenham dores sexuais....diz que o mulherio ADORA a dita música. Confirmas?

      Eliminar
  8. Empurrar? Cada cavadela, cada minhoca, oh Pedro!

    Bailando? É um guilty pleasure, mas daí até "pensar no que faz com que se tenham dores sexuais"... Epah... É o Mickael e o Enrique e nenhum deles me enche as medidas.

    Já comeste a lasanha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está ela, cavadela e minhoca...depois sou eu.

      Pois é guilty pleasure é... também não é musica que eu escolhesse para um momento de fornicação mas que pretende sugerir algo, pretende... Ai agora num gostas dos moços, pois pois.

      Já comi sim, andas a espiar-me? E tu o que almoçaste na rua?

      Eliminar
    2. Hás-de ter muito a ver com isso, oh Pedro!

      Eliminar
    3. Mau feitio oh madmoiselle...

      Eliminar
    4. Ahahah, eu sou um doce! Mas olha que quem desdenha...

      Eliminar
    5. Deves ser deves...eu agora desdenhava uns docinhos sim!

      Eliminar
  9. Olá Pedro (eh eh).
    Passando apenas para retribuir a visita...:)
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  10. O senhor Pedro vem passar o Natal com a família a Portugal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim me permita a tap e não me aconteça nada.

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Ou de alguma moça jeitoooooooooosaaaaaaaaaa!

      Eliminar
    2. PM alarga os teus horizontes e não passes a vida sempre a pensar no mesmo...É que assim ainda vês a vida a passar por ti,por um canudo:)

      Eliminar
    3. Sentido de humor precisa-se...qual o mal de pensar em mulheres e afins? Não é que esteja a dizer que me vou meter na coca...

      Explica lá isso de eu ainda ver a vida a passar por um canudo.

      Eliminar
    4. Isso de ver as coisas por um canudo é uma expressão própria da minha cidade:)
      Eu tenho sentido de humor;)
      Podes meter-te na coca à vontade...
      Bom dia*

      Eliminar
    5. Eu conheço a expressão mas não percebo a utilização neste contexto :/

      Bom dia*

      Eliminar
  12. "Ver a vida por um canudo",neste caso,significa não alcançar o que se deseja, querer algo e não o conseguir, ver frustradas as expectativas, ficar logrado, enganado, ludibriado...
    "Canudo" é o termo que designa o óculo de alcance que permite ver algo que está a uma grande distância. Quando se vê algo por um canudo significa que não se está ao pé, que isso está longe, fisicamente inacessível...Valor metafórico de algo de muito bom, cobiçado, desejado, surge como inalcançável, e de uma forma ainda mais frustrante, porque se sabe que existe, se vê de longe, havendo a percepção da existência, mas não a posse...
    Peço desculpa mas tenho imensa dificuldade em explicar "coisas básicas e óbvias"!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado sra professora, o básico e óbvio escapam-me muitas vezes ;)

      Eliminar
    2. Compreendo que essas coisas te escapem...Espero que compreendas a minha dificuldade em explicar essas coisas ao fim de semana e,agora,em modo férias de Natal!!!Não é fácil ser professora todos os dias:)

      Eliminar