domingo, 27 de abril de 2014

perguntas complicadas a um Domingo

Uma das minhas colegas de casa é um conhecimento "antigo" do ano passado e gosta imenso de me fazer perguntas e de me dizer "Não não não, eu é que sei e digo-te que isto (coisa que ela acha que vai acontecer) te vai acontecer o quanto antes num estalar de dedos".

Ela é um bocado cusca mas eu até gosto de conversar um bocado com ela quando nos cruzamos na cozinha. Das primeiras perguntas que me fez mal eu voltei a esta casa foi se no campo amoroso alguma coisa tinha mudado e hoje foi porque é que eu achava que quase de certeza nunca me iria casar. Após eu responder lá voltou a não aceitar as minhas respostas e dizer que eu estava errado.

Será que é assim tão complicado aceitar que os outros têm opiniões fora do que é 'bem'?! 

Eu perguntei-lhe se, tendo em conta que tenho a idade que tenho e até hoje em dia nunca ninguém quis ter uma relacionamento amoroso, como é que eu poderia estar muito optimista que ia viver um conto de fadas e me casar em breve?! 

Caramba, eu acho que sou um tipo realista tendo em conta o que sou, quem sou, o que tenho e como vivo. Não adianta andar com muitas ilusões e fazer castelos no ar porque a realidade não é cor de rosa e toda fofinha. 

Não tenho todas as respostas nem posso prever a 100% o futuro (se pudesse o Euromilhões já me tinha caído no bolso) mas tenho que ser sensato e ver que passos posso dar. 

Se calhar no entender de certa gente eu devia ir já amanhã escolher um fato/smoking, umas alianças e começar a escolher nomes para a futura prole... 

14 comentários:

  1. Comentar este post vai depender sempre da experiência que cada um de nós tem. :)
    Não sei que idade tens, nem que tipo de vida tens tido até agora. Daquilo que li de ti até agora, percebo que este tema vem algumas vezes ao de cima. :)
    Nada é certo e não há regras para os relacionamentos. Somos hoje muito mais egoístas do que eram os nossos pais. O individual prevalece numa sociedade onde tudo se vive com mais intensidade. Não sei se é bom ou se é mau. Tento não pensar muito nisso.
    Não sei se deves ir comprar um fato mas olha que são caros :p
    Amanhã é outro dia e quem sabe o que o mundo te reserva :)
    Desculpa o testamento :)
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho tido uma vida de nómada nos últimos anos e isso não facilita o criar raízes ou ligação às pessoas, mudei de país e cidade uma mão cheia de vezes.

      Este tema surge porque às vezes as outras pessoas stressam mais com isto do que eu, sabes, chegar aos 30 sem qualquer perspectiva de casar, constituir família e afins parece um crime de lesa pátria. Se uma pessoa não faz as coisas 'by the book' muita gente perde a cabeça, como se eu tivesse culpa...

      Admito que sou algo egoísta, toda a vida contei só comigo e acho que é natural ter ficado um bocado assim, assumo e gosto da individualidade e irrita-me profundamente quando as pessoas entram numa relação e anulam completamente o 'eu'. O nós é muito lindo mas acho que o 'eu' tem de continuar a existir.
      Sou contra regras pré-estabelecidas nos relacionamentos, cada um que faça as suas porque somos todos diferentes.

      Bem sei que os fatos são caros, durante uns tempos tive que trabalhar de fato e gravata todos os dias, mas eu gosto por acaso. Tinha um fato cinzento em que eu ficava um espectáculo (reconhecido internacionalmente, LOL)

      Escreve sempre o que quiseres e quanto quiseres ;)

      Beijos

      Eliminar
  2. Eu sou das únicas pessoas que conheço que com a minha idade, nunca vivi com ninguém e não me sinto nada mal por isso. Gosto muito do meu espaço.
    Eu acho que tu ligas muito à opinião dos outros se não não fazias este post :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar ligo mais do que devia mas o que realmente me incomoda é a falta de compreensão das pessoas perante uma opinião fora da 'norma'. Pah irritou-me um bocado daí me ter dado para escrever.

      Eliminar
  3. Amanhã pode ser como esperas ou o oposto, importante é estares aberto e preparado para viver contigo apenas ou para partilhares com os outros o teu espaço (com ou sem casamento).
    Ignora palpites, é mais fácil palpitar na vida dos utros do que fazermos o melhor para nós.

    P.S. Podes na mesma apostar nos fatos :) não conheço nenhum homem que não fique mais interessante de fato :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca me fechei a nada que me possa acontecer na vida, felizmente as coisas não são estáticas e pode tudo acontecer...há algumas coisas que são mais prováveis do que outras, mas isso é outra história. Se porventura um dia chegar ao ponto de partilhar o meu espaço e vida com alguém vão ter que ter muita paciência comigo :P

      Pois é, mandar bitaites é relativamente fácil, agora olhar-mos por nós abaixo e fazer melhor, uiiiii

      P.S. - o meu problema com os fatos é eu ter olho de rico e carteira de pobre :'(

      Eliminar
    2. Tens sorte, os homens não precisam de muitos fatos, por isso um bom fato dá para muitas ocasiões... já as mulheres não é assim.

      Eliminar
  4. Eh pah és mesmo rebelde :) mas vê-se bem, que sabes o que queres !
    Concordo com que já foi dito...nada é estático (e ainda bem) e que as coisas podem mudar de um dia para o outro, basta querermos... LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah a true rebel without a cause!!!

      As coisas podem mudar, é um facto, mas não basta nós querermos. Para o tango são precisos dois por exemplo ;)

      Eliminar
  5. Um tipo realista não é bem aquilo que elas têm em mente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, claro, queremos todas castelos cor-de-rosa, ora essa!

      Eliminar
    2. Pois eu também não sei o que lhes vai na mente portanto...

      Eliminar
  6. O que tiver que acontecer acaba por acontecer, mais cedo ou mais tarde :)
    Acho que o melhor é deixar correr :)

    Beijoca :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou céptico relativamente a isso mas, a acontecer que seja agora porque não há tempo a perder ;)

      Beijos

      Eliminar