domingo, 29 de dezembro de 2013

Timming dos diabos

Nunca fui um gajo que primasse pelo bom timming ou por ter a sorte de acertar com as coisas e pessoas no timming certo.

Apetece-me usar a palavra inglesa, dá-me mais jeito do que estar a dizer que o meu sincronismo ou o meu acerto temporal não é dos melhores.

No geral o meu timming nunca foi muito feliz e o destino sempre me colocou desencontrado com algumas pessoas. Como toda a regra tem a sua excepção já aconteceu dizerem-me “Olha, foi mesmo a tempo. Se tinhas demorado mais uma hora ficavas a chuchar no dedo porque já não conseguias.” Mas isto é caso raro, as situações em que eu demoro mais um minuto ou me despacho um minuto mais cedo no supermercado ou no trabalho e apanhei o bus/metro/tram mesmo a tempo não contam.

Há coisas que me doem um bocado porque são verdadeiros murros no estômago que o destino me dá. Se o meu timming fosse um pouco melhor, se certas coisas tivessem corrido de certa forma, se me tivesse cruzado com certas pessoas antes…a minha vida poderia ter sido tão diferente.

Posso soar ingrato porque se calhar nem me devia queixar da minha vida, tem tido coisas muito boas, tenho vivido em sítios interessantes e conhecido gente interessante. Mas isso não é tudo. As coisas podiam ter sido diferentes.

Custa que pessoas que nos ficam na cabeça e no coração sejam de tão longe e estejam sempre tão longe. Custa que não seja nada fácil estar com quem está longe. Custa-me não ter as condições de vida que me permitam ir ter com quem quero, quando quero e como quero.

Dá que pensar quando se ouve algo do género “Se nos tivéssemos cruzado há 3 anos atrás a nossa vida poderia ter sido muito diferente.”


2 comentários:

  1. Pudéssemos nós ter o poder de moldar o tempo à nossa maneira... mas como tal poder não nos é cedido, vivamos o dia a dia o melhor possível!

    Um beijinho, gosto muito de te ler! E sim, este assino-o como fragmentos! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, se esse poder estivesse ao nosso alcance muitas vidas seriam radicalmente diferentes. Possivelmente mais felizes e com outros horizontes.

      O dia a dia chega a saber a pouco mas anseio por momentos "explosivos" e que façam valer a pena o resto.

      Muito obrigado pela visita e eu também gosto muito de ler o que escreves. Obrigado querida!

      Beijos!

      Eliminar