domingo, 21 de abril de 2013

Hábitos

Por vezes acho que estou demasiado habituado à solidão e que nunca saberei viver de outra maneira.

Estou habituado a fazer tudo sozinho, a ir aos sítios sozinho, a contar só comigo. Não sei se algum dia me darão a chance de tentar mudar ou mesmo se quero e/ou serei capaz de mudar.

Não sei se me isto me deve preocupar mas o que posso fazer é ir vivendo e abraçando o que a vida me "atira" :) 

12 comentários:

  1. Eu podia ter escrito isto PM! Apenas não utilizaria a palavra "mudar", porque eu acho que ninguém pode mudar e ser feliz. As pessoas evoluem, transformam-se, às vezes até retrocedem, mas nunca mudam.

    O que procuro é estar atenta, mas não deixar cair, nem passar ao lado, essas boladas que a vida me atira.

    Beijos *Estrela*dos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente a palavra mudar não foi a escolha mais brilhante porque eu concordo contigo: ninguém muda, pode evoluir e/ou transformar-se mas a pessoas nunca deixa de ser quem é.

      Quando me referi ao "que a vida me atira" não era com um sentido negativo, muito pelo contrário.

      Beijos

      Eliminar
    2. Nem eu PM. O que a vida nos "atira" são oportunidades e há que estar atento/a para não as deixar cair.

      Estamos em sintonia portanto:)

      Beijo *Estrela*do*

      Eliminar
  2. Da mesma maneira que nao estas habituado a ter companhai eu nao estou habituada a estar sozinha. E da mesma maneira que eu dia eu me sentirei tao bem.sozinha tenho a certeza que alguem sera capaz de fazer da tua solidao uns planos a 2 :)

    Liz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com alguma dificuldade consigo perceber o teu lado, a dificuldade advém do facto de nunca ter estado desse lado.

      Tens assim tanta certeza?! Eu gostava de ter pelo menos um bocadinho de esperança nisso mas é melhor não pensar nisso porque senão ainda me desiludo mais. Mas gostava de ter planos a 2 pelo menos um Verão da minha vida, só para não morrer estúpido nesse campo.

      Eliminar
    2. Sabes, as xs penso o que custa mais. Ter tudo e depoia ficar sem.nada, ou nunca ter vivido e estar.numa eterna duvida de como sera. E eu tambem nao consigo ainda acreditar que passarno verao sozinha sera bom...portanto, acho que estamos quites!

      Eliminar
    3. Já me disseram a mesma coisa antes. Eu continuo a achar que é "melhor" saber e ter tido a experiência de ter vivido tudo. Tens mais vida dentro, mais experiências, sabes o que não fazer no futuro, como é que reages perante certas situações. Depois há quem só tenha o vazio.

      Passar o Verão sozinha pode ser bom, é só caso de tu também quereres :P Pode não depender só de ti mas no que depender faz com que seja bom ;)

      Eliminar
  3. Engraçado cada ser é um ser e diferente mesmo, eu não me considero uma pessoa solitária, mas muitos dias preciso de "solidão", preciso de estar comigo mesmo e com a minha Paz.De fazer as minhas coisas sozinha. Felizmente consigo estar acompanhada e ter espaço. Mas no geral gosto de gente à minha roda, de partilha.Na realidade estou do outro lado e não sei bem valorizar o sentido da solidão que falas.

    E sim concordo com o que diz a Liz ,deve custar mais ter tudo e ficar sem nada ou nunca ter vivido e ficar na eterna dúvida de como será.
    Quanto ao futuro, para mim penso que não podemos ser intransigentes com a vida, há que estar atento aos sinais que a mesma nos vai dando e aproveitar cada ocasião ao máximo.
    Olha um dia vais conseguir certamente conhecer o outro lado, tal como eu no oposto, e aí sim, sem futurologia, poderemos falar.
    Beijinho sorridente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gosto desses momentos em que estou sozinho, a fazer alguma coisa que goste sem ser perturbado. Ultimamente disso não me tem faltado por acaso.

      Já acima comentei que não concordo muito com a Liz, a dúvida pode ser altamente corrosiva e destruidora. Não sei se algum dia conhecerei o lado oposto mas gostava...

      Beijos

      Eliminar
  4. Estar sozinha é difícil. Mas às vezes gosto da minha solidão. Há que saber equilibrar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se der para equilibrar eu também prefiro que assim seja :)

      Eliminar