quinta-feira, 29 de novembro de 2012

As idades das mulheres

Há coisas que me chateiam nas mulheres mas, à semelhança de outras coisas, a idade não é uma delas. Tudo dentro dos limites do razoável claro. Sendo o razoável a maioridade e mesmo assim…pensar numa miúda de 18 anos já me parece estranho. Muito novinhas.

Sempre fui mau a olhar para as pessoas e dar uma estimativa mais ou menos correcta sobre a sua idade por isso tenho cuidado e tornei-me um bom observador.

Sensivelmente até aos meus 23/24 nunca achei a mínima piada a miúdas mais velhas. Nunca me atraíram, não porque não achasse algumas bonitas mas não era mesmo a minha onda. O mesmo para miúdas mais novas.

A certa altura tinha uma barreira psicológica. O limite era 3 anos mais nova ou 3 anos mais velha. Mais do que isso já era um exagero para mim.

Um belo dia tive uma acção de formação e quando vi a formadora fiz aquela linda figura do gajo que fica embasbacado a olhar para uma mulher bonita. Quanto mais olhava para ela e a ouvia falar mais eu babava. As minhas colegas eram muito curiosas e trataram logo de lhe perguntar a idade. Ela não disse exactamente mas indicou que estava nos trinta. Eu na altura pensava: “Não pode! Este mulherão já vai nos trinta e muitos? Não pode…mais de 35 não tem de certeza.”

Não a tornei a ver passado aquela formação e com muitíssima pena minha. Aquela combinação particular de beleza, sensualidade e inteligência é raríssimo de encontrar. Naquele dia percebi que afinal eu também gostava, e muito por sinal, de mulheres mais velhas.

Foi um abrir de olhos e depois de preconceitos. Hoje em dia pouco me importa esta questão das idades, se é mais nova ou mais velha do que eu. É um número que às vezes pouco importa mas outras vezes é impossível ignorar.

25 comentários:

  1. "Aquela combinação particular de beleza, sensualidade e inteligência é raríssimo de encontrar"...?! Já agora, em que mundo vives tu, PM? ;p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais-me dizer que é simples de encontrar, não?!

      Eliminar
    2. Uma coisa é ser simples de encontrar, outra coisa é ser raríssimo. Acho que há muita mulher com as características que mencionas, sim. Não são raras, não senhor. Agora também não são simples de encontrar. Quanto a mim, porque, por um lado, essas mulheres não têm seguramente como objectivo dar nas vistas, por outro lado, grande parte dos homens se distrai facilmente com outro tipo de mulheres. E homem que é homem só consegue fazer uma coisa de cada vez e ter a cabeça num lugar...

      Eliminar
    3. Falas de assuntos diferentes.
      Talvez essas mulheres não queiram dar nas vistas, é possível. Que as existam assim da forma abundante que sugeres, mantenho as minhas reservas.
      Os homens distraem-se com muitos tipos de mulheres mas só prestam mesmo atenção a algumas. Por vezes parecemos distraídos mas não somos ou não estamos.
      Essa do homem que é homem tem que se lhe diga. É um dos pilares da eterna guerra dos sexos.

      Eliminar
    4. Essa do "homem que é homem" foi dito com ironia, PM...

      Eliminar
  2. Tu gostas é do package PM, a formadora era apenas detentora do mesmo :P "beleza, sensualidade e inteligência" e acho que, seguindo a ideia da tua comentadora anterior, até é fácil de encontrar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostar gosto de muita coisa mas não quer dizer que a encontre.
      Outra com a mesma opinião, agora sou eu que pergunto: vocês vivem em que mundo? :P

      Eliminar
    2. Tanta mulher com formação superior, e além da formação que pode ser um vácuo, com o cérebro efectivamente no sítio que anda por aí. Nas minhas redondezas consigo apontar umas quantas que preenchem este teu requisito, a questão é que eu acho que não é essa triangulação que é verdadeiramente difícil e provavelmente o teu package engloba muito mais :)

      Eliminar
    3. O saber só dos livros não me faz fartura nenhuma se não vier com o resto. Com um sentido de humor, acutilante, inteligente, mordaz até.
      Estás a fazer de mim um gajo muito exigente :P Não sou nada nada nada assim. A triangulação de que falas é realmente complicada, nem tudo o que parece é.
      O meu package não inclui nada de especial, se é que tenho algum definido até...

      Eliminar
  3. Boa tarde de Domingo PM.
    Tenho que confessar que sempre me senti atraída por homens mais velhos, sempre gostei de aprender, penso que deve ter alguma relação... :)

    A certa altura percebi que era ridículo esse preconceito (porque o era). A idade não é factor.

    bjinho
    Brenda

    P.S. Tens razão "Aquela combinação particular de beleza, sensualidade e inteligência é raríssimo de encontrar." muitas vezes porque não está onde nós estamos, outras porque estamos tão concentrados, tão focados num alvo, que mesmo estando à nossa frente, embora a vendo, não atendemos à sua presença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brenda, tava cheio de saudades tuas. Não desapareces assim.

      Cada um com seus gostos e enganos :P

      Concordo em parte quando dizes que por vezes estamos tão obcecados com algo que tudo o resto nos escapa. Eu acho que não sou tanto assim, normalmente tenho sempre os olhos bem abertos :)

      Beijos*

      Eliminar
    2. Mentira, somos todos assim...

      Aqui está a prova http://youtu.be/HmzHf10_PPg

      Ou será que superas?!?

      Brenda

      P.S. Encerrei a conta, mas não me esqueci dos teus domingos :)

      Eliminar
    3. Tão fixe!
      Não, não reparei no pinguim mas também não contei as vezes que os tipos entraram nos círculos.
      Uma coisa eu garanto: se em vez de um pinguim fosse uma mulher como acima descrevi eu não falhava! :P

      P.S. - tu não desapareças, ok?

      Eliminar
  4. PM se estivesses focado a contar podia aparecer o pai natal com o menino jesus ao colo que não ias ver... :)

    Brenda

    P.S. Eu não desapareço, quando faço uma aposta gosto de perceber que a venço e eu fiz uma aposta.

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente a idade é relativa na época que vivemos, existe tanto de miúdas como mulheres, existe tanto de futilidade como inteligência, existe tanto de tudo como existe de nada...

    Apenas começamos a dar valor e a olhar para as pessoas com outros olhos, talvez naquele dia na tua formação tinhas necessidade de olhar para a formadora de outra maneira para perceberes que a idade as vezes é apenas números...

    Bjs

    Nova seguidora ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cherry, obrigado por te juntares aqui ao meu lugar de desabafo.

      Eu acho que não havia necessidade alguma naquele dia de formação. Aquela mulher era, e deve continuar a ser, simplesmente deslumbrante e eu fiquei vidrado nela.

      Beijo*

      Eliminar
  6. A idade nada tem a ver com o amor!
    E aquela velha frase " O amor não escolhe idades" é verdadeira.
    Pode não ser bem aceite pela sociedade, mas isso é outra conversa!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo sim senhor. Às vezes custa um bocado a acreditar mas isto sou eu que sou céptico em relação a muita coisa.

      Beijo

      Eliminar
  7. Acho mais difícil diferenças de idades significativas (+15 anos) funcionarem a longo prazo.
    Só me envolvi 1 vez com um homem mais novo do que eu (e apenas 2 anos. De resto, os meus relacionamentos foram na minha faixa etária ou até 5 anos mais. Mas confesso que facilmente acho piada a um quarentão com charme, embora nunca sentisse vontade/atracção em especial. Uma boa conversa é o bastante.
    Aina bem que mudaste a tua concepção relativamente à idade das mulheres. Sim à variedade, mas com moderação :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, há coisas que dificilmente funcionam.

      Pouca coisa na minha vida tem uma cruz em cima e não muda. Preciso é de muito boas razões para mudar uma opinião :)

      Eliminar
  8. Acho que isso depende sempre da nossa maturidade e também da pessoa em causa.
    No geral, os rapazes mais novos que eu têm pouca maturidade e daí não me chamarem muito a atenção... De momento, prefiro rapazes mais velhos que eu ou pelo menos com a mesma idade! ;)

    ResponderEliminar
  9. Eu sempre apliquei a máxima de até 10 anos mais velho ou no mínimo 10 anos mais novo. E até aqui resultou sempre :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me um critério suficientemente flexível e se funciona bem para ti, melhor :)

      Eliminar