quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Maldita timidez

Não sou socialmente inapto.


Tenho amigos, sou um ser sociável, gosto de jantaradas, saídas à noite, borga em geral e rambóia em particular. Não sou nenhum party animal, como já me chamaram, e aprecio um bom momento de recato.


O problema é que sou tímido. Nunca gostei de levantar muitas ondas e até me considero um tipo discreto, não escondendo que também gosto de por vezes ser o centro das atenções. O facto é que a timidez por vezes me limita um pouco. Principalmente com as mulheres.


Ao longo da vida sempre fui o gordinho da turma e sofri um bocado de bullying, na altura o termo não estava popularizado, numa altura que é crítica no crescimento de alguém: a adolescência.


Fui-me fechando um bocado. Tornando introvertido, muito inseguro e complexado com o meu corpo. Numa altura que um rapaz começa a prestar atenção às miúdas isto pode ser devastador. Eu achava que todos eram melhores do que eu. Sofria com isso e virava-me só para os estudos. Ao menos nisso eu era bom, nisso batia-me de igual para qualquer um. É claro que o rótulo do marrão não é lá muito sexy mas como eu tinha era de prestar contas era aos meus pais, não me chateava se achavam que eu era marrão e até me orgulhava nisso.


Tudo isto me levava, e ainda leva, a ser muito cauteloso no que toca aos afectos. Só a muito medo é que me aproximava de alguém e mesmo hoje em dia só depois de muita ponderação é que avanço.


Eu sei que não devia ser tão racional, perder a vergonha e atirar-me de cabeça. Se calhar ganhava mais. Mas parece que às vezes há qualquer coisa que me trava. A timidez ataca em força e eu fico no meu canto em vez de arriscar.


Quase sempre esperei que fosse a outra parte a dar o primeiro passo. A partir daí, com o gelo quebrado, pareço outro.


Se calhar isto foi uma forma de defesa que inconscientemente fui criando porque levar uma tampa toda a gente leva e ninguém morre por causa disso, agora lidar com a rejeição…é mais complicado.

12 comentários:

  1. Realmente a timidez pode ser castradora, mas tem a sua cota de charme :)
    Eu gosto de homens timidos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vou tomar isso como elogio mesmo que não seja. Ando a precisar de insuflar um bocadinho o ego :P

      Devia haver mais mulheres como tu. Personalidade forte e que achem piada a homens timidos.

      Eliminar
    2. Foi um elogio, acredita que não ando a dispensar elogios à toa...
      Bj

      Eliminar
  2. Também era muito timida e envergonhada, ainda o sou mas muito menos, e consegui ir superando os meus "ataques" de timidez quando me apercebi que esse "factor" era uma qualidade para alguns, que me achavam graça por ser acanhada. A vida também me ensinou a abrir os olhos e deixar a timidez de lado!

    Bjokas

    ResponderEliminar
  3. Sabes qual é o problema e a solução, tens que começar a investir na vertente emocial como investiste no teu percurso escolar...
    Ainda te vais divertir muito com estes textos que escrevias no passado. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, tenho essa secreta esperança quando escrevo alguns :)

      Eliminar
  4. Também penso que a timidez num homem pode ser algo de desconcertante e atraente.

    Não querendo generalizar, mas já o fazendo :P, ao contrário do que muitos homens pensam, as mulheres não procuram homens com certezas absolutas e confiança em si inabalável. Procuram, essencialmente, pessoas autênticas e revelar alguma timidez é revelar algo de genuíno.

    Pronto, foi isto que pensei ao ler o seu texto :)

    ResponderEliminar
  5. Também penso que a timidez num homem pode ser algo de desconcertante e atraente.

    Não querendo generalizar, mas já o fazendo :P, ao contrário do que muitos homens pensam, as mulheres não procuram homens com certezas absolutas e confiança em si inabalável. Procuram, essencialmente, pessoas autênticas e revelar alguma timidez é revelar algo de genuíno.

    Pronto, foi isto que pensei ao ler o seu texto :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primeiro: trata-me por tu :)

      Vais-me permitir que duvide e seja um bocado céptico relativamente ao que dizes que as mulheres procuram. Isso se calhar aplica-se a menos de 5% das mulheres. A maior parte das pessoas lidam mal com peças genuínas.

      Fico é agradavelmente surpreendido por haver mulheres a admitir que ser tímido pode ser uma qualidade, algo de positivo ao invés de negativo como a maior parte faz crer. :)

      Eliminar
    2. Claro que a segurança também é atraente em homens e mulheres, desde que seja genuína e não uma construção para parecer o que não se é (não há coisa mais deprimente e ridícula do que aqueles homens que se acham os maiores). Por outro lado, a timidez mostra que a pessoa tem auto-critica e, numa perspectiva romântica, até se preocupa em agradar alguém por quem sente algo mais. O que poderá haver de negativo nisto???? Se são todas, não sei, mas que conheço muitas que pensam como eu, sim, conheço.

      Acho que a partir de uma certa (matur)idade uma só qualidade não chega para definir quem quer que seja e se, por um lado, a parte negativa da timidez é que não nos permite mostrar bem e imediatamente quem se é, pode servir para encantar e querer conhecer mais de alguém.

      Eliminar
  6. como te compreendo a sério! também em miúda era a gordinha da turma que era gozada, mas sempre fui boa aluna (e "vingava-me" nisso!) e que tb era conhecida por ser marrona (o que n gostava confesso, porque n ficava fechada no quarto só a ler livros). nunca fui de grupos e de saídas por causa da minha timidez que ainda hoje se mantém, porque mesmo quando a gordinha deixou de "existir" outra situação apareceu que tb abalou extremamente a minha confiança. às vezes amplificamos o que outros nem notam e isso mantem-nos presos e arredados de muitas situações que podiam ser positivas a vários níveis. a idade e as experiências de vida tb ajudam a atenuar a timidez, mas a maldita mantém-se ;)

    ResponderEliminar